Dono de empreiteira é preso por encaminhar ilegais

Ele teria enviado trabalhadores estrangeiros em situação ilegal para uma empresa, incluindo filipinos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Dono da empreiteira dentro da viatura policial (NNN)

Segundo a polícia, em 2021, teria encaminhado 3 filipinos, com visto vencido, portanto em situação ilegal, para um trabalho de empacotamento em um depósito de frutas em Koto-ku, Tóquio.

Publicidade

Esses trabalhadores ilegais recebiam de salário 1,7 milhão de ienes ao ano, o equivalente a pouco mais de 140 mil ienes mensais, no período de janeiro a novembro do ano passado.

Acredita-se que Arai tenha enviado 12 estrangeiros, incluindo filipinos, que permaneceram ilegalmente.

Durante o interrogatório teria admitido dizendo que “os enviava porque não havia mão de obra suficiente”.  

Fontes: FNN e NNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Pai perde direito de visitar o filho de 12 anos por não estar vacinado contra covid-19

Publicado em 14 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

Os direitos de visitação do homem foram suspensos até fevereiro, a menos que ele se vacine.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Um juiz no Canadá suspendeu o direito de um homem de ver seu filho de 12 anos porque ele não estava vacinado contra a covid-19.

Publicidade

O homem havia pedido para estender seu tempo de visitação nos feriados, mas a mãe da criança, que tem a custódia, se opôs ao pedido dizendo que ela havia descoberto recentemente que o pai não estava vacinado.

O juiz Jean-Sébastien Vaillancourt disse que não estaria nos melhores interesses da criança ter contato com seu pai considerando o aumento de casos de covid-19 na província do Quebec.

Em uma decisão de 23 de dezembro de 2021, ele suspendeu os direitos de visitação do homem até fevereiro, a menos que ele se vacine.

Ele foi citado no julgamento como tendo dúvidas sobre a vacina e a mãe da criança tem evidências da mídia social dele, as quais mostram que ele era contra ambas as doses e às medidas de saúde do governo.

A decisão do juiz descreveu o homem como um “teórico conspiratório”, baseado em evidência de sua página no Facebook, e citou que ele não explicou por que tinha ressalvas sobre ser imunizado.

Segundo o juiz, o menino de 12 anos recebeu duas doses de vacina contra covid-19, mas isso não era suficiente para permitir acesso ao pai.

Um outro fator que consolidou a decisão do juiz foi que a mãe mora com seu marido e outras duas crianças, uma de 7 meses e outra de 4 anos, as quais não foram vacinadas, visto que imunizantes contra covid-19 atualmente não estão disponíveis para menores de 5 anos no Quebec.

Fonte: Newsweek

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância