Obras para investigação de 2 bombas não detonadas em Nagoia

Duas bombas gigantes da Segunda Guerra Mundial foram encontradas em Nagoia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Rio Shonai, em Minato-ku, cidade de Nagoia (Nagoya TV)

Para investigar as duas bombas da Segunda Guerra Mundial, de 1 tonelada cada, encontradas perto da foz do Rio Shonai, em Minato-ku, cidade de Nagoia, foi dado início à obra no local, na sexta-feira (14).

Publicidade

Essa é uma obra para garantir passagem aos especialistas, ao redor das duas bombas não detonadas, descobertas em novembro e dezembro do ano passado.

Elas foram encontradas no fundo do rio quando o Departamento de Desenvolvimento Regional de Chubu do Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo realizou trabalhos de controle hidráulico.

São bombas produzidas pelo Exército dos EUA e segundo informações, não há risco de explosão.

No futuro, o Departamento de Desenvolvimento Regional de Chubu cercará as munições e drenará a água para que as Forças de Autodefesa possam conduzir uma investigação detalhada para o trabalho de descarte dessas munições.

De acordo com o departamento de manutenção, espera-se que leve pelo menos vários meses para processar essas bombas.

Fonte: Nagoya TV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japão permitirá entrada de dezenas de estudantes estrangeiros

Publicado em 17 de janeiro de 2022, em Sociedade

Segundo o governo, esses são casos especiais, à luz de urgência e interesses públicos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Segundo reportagem da rede NHK, o governo japonês planeja isentar dezenas de estudantes estrangeiros da proibição de entrada imposta para prevenir a propagação da variante ômicron do coronavírus.

Publicidade

O governo está negando entrada a estrangeiros que vêm pela primeira vez ao Japão até o fim do mês que vem.

O país se comprometeu a considerar de forma flexível se concederá isenções baseado em motivos humanitários, interesses nacionais e outras circunstâncias especiais.

Em linha com essa política de isenção, iniciando no fim deste mês, o governo planeja permitir a entrada de 87 estudantes estrangeiros que receberam bolsas de estudo do Japão.

Segundo o governo, esses são casos especiais, à luz de urgência e interesses públicos, visto que eles precisam ter aulas presenciais para atender prazos iminentes para graduação ou conclusão de seus trabalhos acadêmicos.

O governo provavelmente se organizará para que os estudantes cheguem ao Japão ao mesmo tempo, o tanto quanto possível.

O país também deve exigir que eles cumpram com as medidas anti-infecção rigorosas do país, como autoisolamento em uma instalação supervisionada pelo governo por um certo período.

O governo planeja manter, em princípio, as atuais regras rígidas de controle de fronteira.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância