Pelo segundo dia consecutivo 50 mil novos casos, no domingo

O país todo continua com números elevados, exceto Okinawa, onde se vê leve queda nos últimos dias.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 50.030 testados positivo nas 47 províncias e aeroportos, no domingo (23). A região Kanto é a que teve a maior soma de todo o país, sendo que em Tóquio foram 9.468. 

Publicidade

Em Gunma e Tochigi os números continuam elevados, de 627 e 498, respectivamente. 

Osaka teve 6.219, foram 2.686 em Hyogo, 1.476 em Hiroshima e 2.646 em Fukuoka. 

Na região Tokai, Aichi passa de 3 mil novos casos pelo quarto dia consecutivo. Gifu também teve mais de 500 pelo terceiro dia consecutivo e Mie teve mais de 400 casos depois de 5 meses, desde 28 de agosto do ano passado.

Shizuoka passa de mil pelo quarto dia consecutivo, sendo que foram 264 em Hamamatsu, 194 na capital, 69 em Iwata, 68 em Numazu, entre outras.

Foram 14 óbitos, sendo 3 em Hiroshima e em Fukuoka, 2 em Chiba, em Wakayama e em Aichi, e 1 em Osaka e em Gunma.

São 430 pacientes em estado grave, dentre os 353.933 em tratamento.

Em contrapartida, são 1.807.066 pessoas recuperadas da covid.

Veja a tabela com os dados por província.

REGIÃO PROVÍNCIA N.º DIA
Hokkaido 1.591
Tohoku Aomori 145
Iwate 48
Miyagi 285
Akita 72
Yamagata 60
Fukushima 157
Kanto Ibaraki 693
Tochigi 498
Gunma 627
Saitama 2.525
Chiba 2.382
Tóquio 9.468
Kanagawa 3.794
Hokuriku Niigata 406
Toyama 85
Ishikawa 226
Fukui 128
Koshin Yamanashi 155
Nagano 502
Tokai Gifu 503
Shizuoka 1.146
Aichi 3.050
Mie 422
Kinki Shiga 620
Quioto 1.497
Osaka 6.219
Hyogo 2.686
Nara 475
Wakayama 308
Chugoku Tottori 85
Shimane 150
Okayama 572
Hiroshima 1.476
Yamaguchi 353
Shikoku Tokushima 69
Kagawa 185
Ehime 203
Kochi 70
Kyushu Fukuoka 2.646
Saga 153
Nagasaki 432
Kumamoto 687
Oita 319
Miyazaki 318
Kagoshima 407
Okinawa 956
Aeroportos 176
TOTAL 50.030
Fontes: News Digest, NHK, Shizuoka Shimbun e CTV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

China volta a fazer teste anal com cotonete para detectar coronavírus

Publicado em 24 de janeiro de 2022, em Sociedade

Várias pessoas foram submetidas a testes anais em um prédio na capital Pequim onde uma mulher testou positivo para a ômicron.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

A China voltou a fazer testes anais para detectar covid-19 em uma tentativa de impedir a propagação da variante ômicron, apenas a poucos dias do início das Olimpíadas de Inverno de Pequim.

Publicidade

Pelo menos 27 pessoas foram submetidas aos controversos testes anais em um prédio de apartamentos em Pequim, onde uma mulher de 26 anos havia contraído a ômicron, o primeiro caso reportado da variante na cidade, de acordo com o jornal Beijing News.

No teste anal, um cotonete esterilizado é inserido até 5 cm no reto e depois ele é girado várias vezes. A análise é feita em laboratório.

A área residencial do distrito de Haidian onde a pessoa com confirmação da ômicron vive, foi isolada, enquanto testes – incluindo os anais – são conduzidos.

Testes anais para detectar covid-19 são usados na China desde 2020, mas se tornaram predominante em Pequim no mês de janeiro de 2021 após um menino de 9 anos ter testado positivo para o vírus.

A China espalhou controversa em março do ano passado quando ela expandiu o uso de testes para qualquer viajante estrangeiro entrando em Pequim.

Os EUA, Japão, Coreia do Sul e Alemanha levantaram preocupações sobre os testes, embora a China tenha negado afirmações de que ele era exigido para diplomatas dos EUA.

Médicos disseram à mídia estatal que os testes podem prevenir que as infecções passem despercebidas porque traços da doença são detectáveis no ânus por mais tempo do que no trato respiratório.

Fonte: Daily Mail

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância