Vacina para crianças de 5 a 11 anos será gratuita

O governo japonês decidiu que o país irá bancar os custos dessa vacinação para o público infantil.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Frascos da vacina contra covid, para crianças, da Pfizer (JNN)

O MHLW-Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão decidiu que vai oferecer a vacina contra o novo coronavírus para as crianças entre 5 a 11 anos, gratuitamente, segundo informação na quarta-feira (26).

Publicidade

Essa vacina da farmacêutica Pfizer foi aprovada pelo MHLW na semana passada

Essa vacinação é considerada extraordinária, de acordo com a Lei de Imunizações do país, e será custeada pelos recursos públicos.

O público alvo é de 7 a 8 milhões de crianças dessa faixa etária e deverá ter início em março.

“Obrigação de se esforçar” para essa vacinação

Ainda continua em discussão a questão da “obrigação de se esforçar”, por parte dos pais ou responsáveis das crianças, no sentido de cooperar nessa vacinação. As opiniões estão divididas, pois uma parte dos participantes recomenda cautela. 

Em relação à vacinação dos adultos há essa “obrigação de se esforçar”, exceto para as gestantes. Por isso, as pessoas podem solicitar à empresa um horário para ir ao local da vacinação e também faltar ao trabalho caso tenha efeito colateral.

Se essa obrigatoriedade for aprovada os pais poderão pedir à empresa empregadora um horário para levar os filhos para receberem a vacina.

Fontes: JNN e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Moderna inicia ensaio clínico de vacina específica contra a ômicron

Publicado em 27 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

A Moderna iniciou ensaios clínicos de uma dose de reforço designada a combater especificamente a variante ômicron do coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Frasco de vacina da Moderna e seringa (banco de imagens)

A companhia de biotecnologia dos EUA, a Moderna, anunciou na quarta-feira (26) que iniciou ensaios clínicos de uma dose de reforço designada especificamente para combater a variante ômicron do coronavírus.

Publicidade

Os ensaios envolvem um total de 600 adultos – metade dos quais já recebeu duas doses da vacina da Moderna há pelo menos 6 meses, e a outra parte foi vacinada com duas doses mais o reforço anteriormente autorizado.

A empresa diz que 6 meses após a injeção de reforço, os níveis de anticorpos neutralizantes contra a ômicron foram reduzidos em 6 vezes do pico observado 29 dias após a aplicação – mas continuaram detectáveis em todos os participantes.

A declaração da Moderna ocorreu um dia após as rivais Pfizer-BioNTech terem dito que iniciaram o cadastro para um ensaio clínico de vacina específica contra a ômicron.

Ambas as vacinas são baseadas em tecnologia de mensageiro RNA, a qual facilita relativamente a atualização dos imunizantes para acompanhar mutações específicas a novas variantes.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância