Japão aprova vacina para crianças acima de 5 anos

Com o aumento de novos casos de infecção pelo coronavírus, desencadeado pela ômicron, o governo japonês decidiu vacinar as crianças também.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vacina da Pfizer, específica para as crianças de 5 a 11 anos (FNN)

O MHLW-Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão acaba de aprovar, na manhã de sexta-feira (21), um caso especial para a vacinação das crianças com idade acima de 5 anos.

Publicidade

A nova vacina contra o coronavírus é da farmacêutica Pfizer, dos EUA, desenvolvida para crianças de 5 a 11 anos. 

As vacinas aprovadas no Japão até então são para pessoas com 12 anos ou mais. E esta é a primeira vez que uma vacina que pode ser usada para pessoas com menos de 11 anos foi aprovada.

Esta vacina, ao contrário da utilizada para vacinas com idade superior a 12 anos, tem um terço da quantidade da substância ativa. De acordo com a Pfizer, um ensaio clínico no exterior de 5 a 11 anos confirmou 90,7% de eficácia.

Atualmente, a meta de vacinação é para o público com idade a partir dos 12 anos, mas vai mudar. A previsão é de começar a inoculação das crianças de 5 a 11 anos em março.

Fonte: FNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

OMS: fechamentos de fronteiras não são eficazes em combater a ômicron

Publicado em 21 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

A OMS diz que os fechamentos de fronteiras ‘não fornecem valor agregado e continuam a contribuir com estresse social e econômico’.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Aeroporto Internacional Chubu Centrair em Tokoname, província de Aichi (banco de imagens)

A Organização Mundial da Saúde – OMS diz que fronteiras fechadas bloqueando viagem internacional provaram ser ineficazes em combater a variante ômicron do coronavírus e orienta os países a abrandarem ou suspenderem tais restrições.

Publicidade

Na quarta-feira (19), a OMS divulgou recomendações atualizadas relacionadas ao coronavírus após realizar uma reunião na semana passada.

As recomendações sugerem que autoridades estatais “suspendam ou abrandem as proibições de tráfego, visto que elas não fornecem valor agregado e continuam a contribuir com estresse social e econômico”.

A OMS disse em uma declaração que restrições de viagem introduzidas para frear a propagação da variante ômicron demonstraram a “ineficácia de tais medidas com o passar do tempo”.

O Japão proibiu a entrada de praticamente todos os cidadãos estrangeiros não residentes desde 30 de novembro de 2021 como parte de esforços para impedir a propagação da ômicron.

Originalmente, o fechamento estaria em vigor por um mês, mas foi estendido até pelo menos o fim de fevereiro.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância