Garrafa térmica da Pringles está à venda em rede de loja de conveniência

Para você que é fã da Pringles ou gosta de coisas diferentes, que tal uma dessas garrafas térmicas?

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Novidade da Pringles (PR Times)

As batatas chips enlatadas da Pringles passaram por inúmeras transformações no Japão e agora uma tomada mais óbvia na embalagem facilmente reconhecível foi aplicada a uma garrafa térmica da marca.

Publicidade

Essas garrafas vêm em três sabores: Salted, Sour Cream & Onion e Cheeeeese. Entretanto, na verdade, não há batatas chips nesses contêineres.

Como uma garrafa térmica, essas da Pringles ostentam a habilidade de manter temperaturas quentes ou frias por cerca de 6 horas, e com um design slim que permite mais espaço em sua bolsa para uma verdadeira lata do aperitivo.

Garrafas térmicas da Pringles de 250ml que custam 2.189 ienes estão sendo vendidas na rede de lojas de conveniência Lawson, HMV ou HMV & Books Online.

Além disso, garrafas de 300ml Sour & Cream estarão disponíveis para venda a partir de 18 de fevereiro exclusivamente na Takarajima Channel por 2.420 ienes.

Fonte: Sora News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Pesquisa revela risco 14 vezes mais elevado da covid por deficiência da vitamina D

Publicado em 14 de fevereiro de 2022, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Novamente a vitamina D foi alvo de pesquisa e os resultados mostram sua importância para blindar o corpo contra a infecção pelo coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Suplemento de vitamina D3 em cápsula (PM)

Um novo resultado de pesquisa mostrando a relação entre a deficiência de vitamina D e o agravamento da infecção pelo coronavírus foi publicado na revista Pros One pelas equipes de pesquisa da Universidade Bar-Ilan e Centro Médico Galilee, ambos de Israel.

Publicidade

O estudo se concentrou nos níveis de vitamina D no sangue de 1.176 pacientes internados que testaram positivo para o coronavírus, através do PCR, no Centro Médico Galilee, entre abril de 2020 e fevereiro de 2021. 

As concentrações foram baseadas nos resultados de exames de sangue pré-hospitalares de rotina ou exames associados à suspeita de deficiência de vitamina D, que eram conhecidos 14 a 730 dias antes do teste positivo.

Os pacientes com deficiência nos níveis de vitamina D abaixo de 20 ng/mL tiveram 14 vezes mais chances de ter covid mais grave do que aqueles com níveis de vitamina D acima de 40 ng/mL. 

A taxa de mortalidade para pacientes com níveis suficientes de vitamina D foi de 2,3%, enquanto que para os pacientes com deficiência foi de 25,6%.

Vitamina D e sua importância para aumento da imunidade

A equipe levou em consideração a idade do paciente, sexo e doença crônica na análise, mas de qualquer forma encontrou essa grande variação. Como a medição da concentração de vitamina D foi realizada antes da infecção, a possibilidade de que o novo coronavírus tenha reduzido essa vitamina pode ser descartada.

A vitamina D é conhecida há muito tempo por ter muitos benefícios à saúde, incluindo a promoção da saúde óssea e dental, fortalecimento da imunidade e prevenção de doenças cardiovasculares. Embora houvesse pouca evidência direta em relação ao novo coronavírus, os médicos recomendaram vitamina D aos pacientes porque ajuda a aumentar a imunidade.

Esta pesquisa foi realizada antes do surgimento da variedade ômicron. Mas o dr. Amiel Dror da Universidade Bar-Ilan, que liderou o estudo, diz que a vitamina D também pode funcionar para mutantes do coronavírus.

Outros pesquisadores investigarão se os resultados desta pesquisa são reprodutíveis e, em caso afirmativo, qual a melhor forma de manter níveis adequados de vitamina D na prática clínica.

Fonte: Forbes Japan

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância