Universidade japonesa cria células-tronco a partir de óvulo fecundado

Pesquisadores da Universidade de Chiba e da Riken criam células-tronco que podem se tornar vesículas umbilicais, indispensáveis para o desenvolvimento de vida.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem: NHK

Em matéria na revista Science, um grupo de pesquisadores da Universidade de Chiba anunciou que criaram células-tronco especiais a partir de óvulos fecundados de ratos.

Publicidade

Quando óvulos fecundados começam a se dividir, surgem três tipos de células que dão à vida ao ser: células que vão se transformar no corpo do indivíduo, células que virarão a placenta e a vesícula umbilical. Até o momento, os cientistas do mundo inteiro conseguiram reproduzir em laboratório todas, exceto a vesícula umbilical.

Segundo o professor Yasuhide Ohinata e pesquisadores da Riken, o grupo conseguiu criar novas células-tronco com capacidade de se tornarem vesículas umbilicais a partir de procedimentos especiais com óvulos de ratos. Essas células foram denominadas “PrES cells“.

Em testes com ratos, os cientistas injetaram a célula-tronco em óvulos fecundados que não conseguiram desenvolver a vesícula umbilical e confirmaram o nascimento e o desenvolvimento de ratos saudáveis.

“Conseguimos preencher a última peça que falta para construir vidas. Esperamos que esta descoberta auxilie a desvendar os processos para se criar vidas de tecidos individuais”, comenta Ohinata.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Olimpíadas: cerimônia de premiação de patinação artística é adiada

Publicado em 10 de fevereiro de 2022, em Sociedade

Cerimônia de premiação da competição por grupos da patinação artística foi cancelada por possível suspeita de dopping pelo comitê russo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem: NHK

A competição por equipes da patinação artística terminou no dia 7 com ouro para o Comitê Olímpico Russo (ROI), prata para os EUA e bronze para o Japão. A cerimônia de premiação estava prevista para acontecer na noite do dia 8, mas foi cancelada sem muitas explicações.

Publicidade

Segundo o Comitê Olímpico do Japão, os 8 medalhistas japoneses foram informados sobre o cancelamento instantes antes da cerimônia, e ainda não há previsão da nova data.

No dia 9, o porta-voz do Comitê Olímpico Internacional (COI), Mark Adans, comentou: “Houve a necessidade de uma consulta legal com a União Internacional de Patinagem. É um problema que surgiu e vou informar com mais detalhes quando tivermos dados certos”.

Segundos mídias internacionais, surgiu a suspeita de dopping por parte do ROI. Fontes informam que a atleta em questão é Kamila Valieva, de 15 anos, que teria testado positivo para trimetazidina, droga proibida em competições olímpicas.

De acordo com os regulamentos da Agência Mundial Antidoping, o comitê não teria obrigação de divulgação das informações de atletas com menos de 18 anos que violaram as regras antidoping.

“É uma situação emergente, mas não podemos comentar no momento atual. Assim que a situação ficar clara, iremos divulgar mais informações”, comenta o COI.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância