À procura do ladrão do cofre com 38 milhões de ienes

A idosa voltou para casa quando viu a janela quebrada e a falta do cofre com seu dinheiro de herança.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

McDonald’s suspende operações em 850 lojas na Rússia em meio à pressão pública

Publicado em 9 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Logo após o anúncio da McDonald’s, a Starbucks, Coca-Cola e PepsiCo anunciaram que pausariam seus serviços na Rússia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uma loja da McDonald’s na cidade de Pskov, na Rússia (banco de imagens)

Várias grandes companhias de comidas e bebidas americanas anunciaram na terça-feira (8) que elas suspenderiam suas operações na Rússia, uma medida que ocorre após dias de crescente pressão pública sobre o mundo corporativo para cortar relações com o país pela invasão da Ucrânia.

Publicidade

O grupo incluiu a McDonald’s, Starbucks, Coca-Cola e PepsiCo, algumas das quais vinham operando na Rússia há décadas e enfrentaram vigilância aumentada nos últimos dias enquanto outras companhias decidiram suspender seus negócios no país.

O chefe executivo da McDonald’s, Chris Kempczinski, disse que a rede de fast food global fecharia temporariamente suas 850 lojas no país.

A companhia disse que continuaria pagando os salários de seus 62 mil funcionários russos enquanto as lojas estiverem fechadas.

Logo após o anúncio da McDonald’s, a Starbucks, Coca-Cola e PepsiCo anunciaram que pausariam seus serviços na Rússia.

O parceiro licenciado da Starbucks, o Grupo Alshaya do Kuwait, que detém e opera 130 lojas na Rússia, disse que fechará os estabelecimentos temporariamente e “oferecerá suporte” para seus cerca de 2 mil funcionários locais, disse o CEO da rede de café Kevin Johnson em uma carta aberta.

A Coca-Cola, em uma breve declaração na terça-feira, fez um anúncio similar e suspendeu seus negócios na Rússia.

A PepsiCo, que opera na Rússia há mais de seis décadas, suspendeu suas vendas de refrigerantes, mas disse que continuaria a fabricar leite, fórmula e comida infantis, permitindo a ela manter seus milhares de funcionários empregados.

Fonte: Washington Post

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância