Ucrânia: mais de 2 milhões de refugiados, em espaço de tempo histórico após II Guerra Mundial

Esse êxodo é histórico no sentido de que foi em curto tempo. A previsão é de chegue a 7 milhões de refugiados.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ucranianos se preparando para tomar ônibus e ir para fora do país (Ukrinform)

Segundo informações de terça-feira (8), de Filippo Grandi, diplomata e comissário do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, o número de pessoas que tiveram que deixar a Ucrânia ultrapassou a casa dos 2 milhões. 

Publicidade

Grandi chamou a atenção, anteriormente, sobre o êxodo mais rápido de refugiados da Ucrânia, que a Europa já viu desde a Segunda Guerra Mundial.

Chegou a 2 milhões de refugiados em 13 dias, pois o ataque da Rússia na Ucrânia começou em 24 de fevereiro.

Segundo a BBC, na matéria de quarta-feira (9), a grande maioria, cerca de 1,204 milhão fugiu para a Polônia, país vizinho. Mas estão em outros países, como 191 mil na Hungria, 141 mil na Eslováquia, 99 mil na Rússia, além de outros.

Refugiados da Ucrânia que acabam de chegar em Przemysl, na Polônia, dia 6 de março (ANN)

A maioria dos refugiados é de mulheres adultas com seus filhos. 

Deslocamentos internos

Além das pessoas que foram para os países vizinhos, há milhares de pessoas que foram evacuadas de zonas bombardeadas na Ucrânia e também as que buscam ajuda nas cidades mais seguras.

A ONU diz que está oferecendo assistência humanitária dentro da Ucrânia, enviando comboios para a Polônia também, carregando milhares de cobertores e colchões, camas dobráveis, comida e assistência médica, além de abrigo.

A União Europeia acredita que o número total de refugiados pode subir para 7 milhões.

Fontes: Ukrinform, BBC, Twitter e ANN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Soldados voluntários de vários países seguem para ajudar Ucrânia

Publicado em 9 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Atendendo ao pedido do governo da Ucrânia, soldados voluntários de vários países estão seguindo para lá e Polônia anunciou envio de caças para ajudar.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Soldados de países europeus, voluntários, na cidade da Polônia, fronteira com Ucrânia (ANN)

Na cidade de Przemysl, na Polônia, que faz fronteira com a Ucrânia, soldados voluntários estrangeiros estão se reunindo um após o outro em resposta a um chamado do governo ucraniano.

Publicidade

O governo da Ucrânia criou uma página dedicada para convidar os estrangeiros a participar do Exército Voluntário Internacional para se defender da guerra deflagrada pela Rússia, desde 24 de fevereiro.

De acordo com a mídia da Ucrânia, 20 mil soldados de 52 países já se voluntariaram.

Veja um post onde aparece um soldado brasileiro, ao lado de um alemão e um ucraniano.

“Não estou nem um pouco assustado. Vamos ver como podemos fornecer assistência humanitária. Vamos partir daí (mostrando o local). E cruzaremos a fronteira para ajudar”, declarou um soldado britânico para a ANN.

Polônia vai enviar 28 caças para a Ucrânia

O ministro das relações exteriores da Polônia surpreendeu Washington na terça-feira (8) ao anunciar que está pronto para transferir seus 28 caças MiG-29 para os Estados Unidos, para serem entregues a pilotos ucranianos que lutam contra a invasão da Rússia.

Segundo o político polonês, as aeronaves de combate serão enviadas à base aérea do Estados Unidos em Miesenbach, na Alemanha. Agora cabe a Joe Biden dar o sinal verde para essa base. 

Fontes: ANN e Politico

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância