Usina nuclear de Chernobyl volta ter energia elétrica

Essa foi a informação divulgada pelo ministério da Rússia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Usina nuclear de Chernobyl (Ukrinform)

O Ministério de Energia da Rússia informou, na quinta-feira (10), que a energia elétrica foi restabelecida na usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, por especialistas da Bielorrússia

Publicidade

A última linha de transmissão de energia de 750 kV, que fornecia energia à usina nuclear, foi cortada na noite de quarta-feira (9) devido aos bombardeios das tropas russas. 

Sem eletricidade, o combustível nuclear usado não poderia ser resfriado e materiais radioativos poderiam ser liberados para o exterior, mas o lado russo anunciou que o fornecimento foi retomado.

A National Power Company Ukrenergo, da Ucrânia, disse que em vez da assistência da Bielorrússia, é necessário o cessar-fogo.

A central nuclear de Chernobyl foi tomada pelos russos em 24 de fevereiro, enquanto a de Zaporizhzhia está sob o controle do exército russo desde 4 de março.

Fontes: ANN e Ukrinform

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

11 de março de 2011: onze anos se passaram desde o terremoto e tsunami de Tohoku

Publicado em 11 de março de 2022, em Sociedade

O terremoto de 9 graus causou um massivo tsunami e uma fusão tripla na planta nuclear Fukushima Daiichi.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A embarcação que foi arrastada pela força das águas. Imagem registrada pela equipe do Portal Mie em 2011

Em 11 de março de 2011, o Grande Terremoto do Leste do Japão de 9 graus na escala Richter sacudiu amplas faixas do arquipélago, atingindo a costa do Pacífico da região Tohoku com um massivo tsunami e causando uma fusão tripla na planta nuclear Fukushima Daiichi.

Publicidade

De acordo com dados da Agência de Reconstrução, o número de mortos em decorrência da catástrofe situa-se a 19.747 incluindo fatalidades de suicídio e doenças relacionadas ao desastre, com 2.556 indivíduos ainda “desaparecidos”.

Embora o número de evacuados tenha diminuído de forma estável nos últimos 11 anos, desde fevereiro de 2022, 38.139 pessoas continuam em acomodações temporárias nas regiões de Tohoku e Kanto.

O trabalho da infraestrutura de transporte está quase concluído, incluindo a Sanriku Expressway de 359Km, que foi aberta completamente em 18 de dezembro de 2021, ligando Sendai em Miyagi a Hachihone em Aomori.

O serviço de trem na última seção atingida pelo desastre na linha Joban da JR entre as estações de Tomioka e Namie em Fukushima foi retomado em março de 2020.

Casas totalmente destruídas. Imagem registrada pela equipe do Portal Mie em 2011

O trabalho de descontaminação em comunidades perto de Fukushima Daiichi progrediu, embora partes de seis municípios continuem fechadas para habitação. O desmantelamento dos reatores da planta está avançando lentamente.

Em 13 de abril de 2021, o Japão anunciou que tem a intenção de liberar água com radiação de baixo nível e tratada de Fukushima Daiichi no oceano com início em 2023.

O plano atraiu críticas no Japão e no exterior e atualmente está sendo revisado pela Agência de Energia Atômica Internacional.

Preocupações agora crescem sobre o desaparecimento de memórias do terremoto, tsunami e desastre nuclear de 2011, com políticos aparentemente focando em outras questões, incluindo respostas à pandemia de covid-19.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância