Forte desvalorização do iene pela primeira vez em 24 anos

Tanto no mercado de Tóquio quanto no de Nova Iorque a moeda japonesa continua fortemente desvalorizada.

Imagem ilustrativa da NHK

Na terça-feira (14) a moeda japonesa continuou sofrendo desvalorização no mercado de câmbio de Nova Iorque, chegando ao nível de 135 ienes por dólar, pela primeira vez desde outubro de 1998.

Publicidade

O iene está sendo vendido em relação às principais moedas. O preço das ações não sobe devido à depreciação do iene, e o preocupantes é o aspecto de vender no Japão, o que está se tornando mais forte.

À medida que a economia prejudicada pela epidemia do novo coronavírus se recupera, é uma fase que exige o máximo de cautela.

A forte desvalorização do iene elevou os preços de importação, o que, juntamente com o aumento acelerado dos preços da energia e dos alimentos durante a invasão da Ucrânia, pode incentivar ainda mais os aumentos de preços para uma ampla gama de itens.

O governo e o Banco do Japão terão que fazer todo o possível para evitar a crise econômica. Sem mencionar a implementação constante de medidas contra os altos preços de emergência em abril, incluindo o apoio às pequenas e médias empresas e aos necessitados. 

O problema é que é difícil encontrar medidas imediatas que possam reverter a desvalorização do iene no mercado de câmbio.

Fontes: NHK e Sankei 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Idemitsu Kosan fechará refinaria no Japão em 2024

Publicado em 15 de junho de 2022, em Sociedade

Segundo autoridade da Idemitsu, a demanda doméstica por produtos do petróleo diminuiu mais rápido do que o esperado.

A refinaria de petróleo que será fechada fica na província de Yamaguchi (NHK)

A petrolífera japonesa Idemitsu Kosan diz que encerrará operações em uma de suas refinarias em 2024 e vai considerar usar o local como base de recebimento para materiais livres de carbono como hidrogênio e amônia.

Publicidade

O vice-presidente executivo Susumu Nibuya fez o anúncio na terça-feira (14).

Ele disse que a demanda doméstica por produtos do petróleo diminuiu mais rápido do que o esperado, parcialmente devido à tendência global em aceleração rumo à descarbonização.

Nibuya também citou questões estruturais, como a população em envelhecimento do Japão, como um fator por trás da diminuição da demanda.

A refinaria com fechamento previsto fica na província de Yamaguchi.

Ela produz 1,5 milhão de quilolitros de gasolina por ano, cerca de 10% da produção do grupo.

A Idemitsu diz que o grupo conseguirá manter fornecimento estável com a produção de suas outras refinarias.

A distribuidora rival Eneos Holdings está planejando uma medida similar e diz que fechará uma refinaria na província de Wakayama.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!