Restaurante chinês mais antigo no Japão fecha as portas após 138 anos

O icônico restaurante chinês fundado há 138 anos se tornou o mais recente estabelecimento a ser vítima da pandemia de coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O Heinchirou foi fundado em 1884 (NHK)

O Heichinrou, um icônico restaurante chinês fundado há 138 anos, se tornou o mais recente estabelecimento a ser vítima da pandemia de coronavírus, pedindo proteção contra falência na quinta-feira (2).

Publicidade

A filial principal do restaurante, uma instituição da famosa Chinatown de Yokohama, iniciou os procedimentos de falência a pedido de credores com uma dívida total provavelmente excedendo ¥300 milhões (US$2.3 milhões), de acordo com a empresa de pesquisa Teikoku Databank.

Fundado em 1884 e atendendo estrangeiros que se estabeleceram na cidade portuária durante a Restauração Meiji, ele afirmou o título de restaurante chinês mais antigo no Japão em seu site.

O restaurante emblemático, a apenas alguns minutos dos portões principais da Chinatown e famoso por sua autêntica culinária cantonesa, foi um grande atrativo para turistas de todo o Japão e também do exterior.

Outras filiais do Heichinrou em Tóquio, Osaka e Kitakyushu são operadas por uma companhia separada e continuarão abertas.

As vendas do restaurante chegaram a ¥10.6 bilhões no ano até março de 2007, mas caíram para ¥6.5 bilhões no ano que terminou em março de 2016, enquanto custos gerais e recessão econômica causaram danos, disse a Teikoku Databank.

O declínio nos negócios em decorrência do coronavírus deu o golpe final, e a filial principal fechou em 15 de maio.

Fonte: BNN Bloomberg

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Comunidade local faz vaquinha virtual para escola brasileira em Shiga

Publicado em 3 de junho de 2022, em Sociedade

Segundo a explicação da instituição, ela depende das mensalidades para se manter. Por causa da crise desencadeada pelo coronavírus, as mensalidades estão atrasadas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Cena de uma sala de aula e prédio da escola (Campfire)

Em 1.º de junho a comunidade local iniciou um crowdfunding – financiamento coletivo – no Campfire, com a finalidade de obter pelo menos 2,5 milhões de ienes para o Colégio Santana, em Aisho (Shiga).

Publicidade

Segundo o jornal Asahi, a instituição que abriga cerca de 80 alunos, de 1 a 18 anos, está passando por uma crise financeira causada pela epidemia do novo coronavírus. 

Com o cluster ocorrido na escola, os pais não puderam trabalhar durante esse período de duas semanas e houve aumento de mensalidades atrasadas. Por isso, os moradores locais decidiram abrir uma vaquinha virtual a fim de reunir essa quantia para a manutenção da escola, pois depende essencialmente das mensalidades dos alunos.

Esta é a segunda vez que a comunidade local faz um crowdfunding. Em maio do ano passado foi o primeiro, com o objetivo de obter 2,5 milhões de ienes mas conseguiu 4,41 milhões, com o apoio de 414 pessoas, sendo que 3 contribuíram com 100 mil.

Caso queira colaborar nesse projeto para salvar a escola, toque aqui para fazer a contribuição (em japonês). O prazo é até o final de julho.

Fontes: Asahi e Campfire

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência