Começa a temporada para desfrutar das uvas sob as parreiras

Que tal fazer um passeio literalmente saboroso neste verão? Começou o ‘budogari’ em Okazaki.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uva da variedade Delaware (CBC TV)

Uma das atividades de verão no Japão é o budogari (ぶどう狩り), a colheita dos cachos de uva sob as parreiras, bem maduras, no ponto, para serem servidas no local. 

Publicidade

Na sexta-feira (29), no lugar do corte de fitas, a cerimônia foi de corte de cachos no famoso local de turismo nas videiras, situada na área Komadachi-cho, ao norte da cidade de Okazaki (Aichi).

Ali há 7 vinhedos abertos, prontos para receber as pessoas que gostam dessa atividade de lazer. E a boa notícia é que as uvas da variedade Delaware, de pele macia, na cor vermelho pálido, muito suculenta e doce, estão ainda mais saborosas por causa do calor, o qual foi favorável.

Criança cortando um cacho com tesoura para colocar na cesta (CBC TV)

Em meados de agosto começa a temporada da variedade Kyoho sem sementes. A época do budogari segue até o início de outubro. 

Os horários são estabelecidos pelos respectivos produtores e convém agendar, tanto para colher as uvas quanto para o yakiniku. Toque aqui para abrir o mapa do Google e verificar qual deles quer visitar. Ao tocar sobre o pin vermelho, verifique as informações para fazer a reserva. 

Ou, toque aqui para abrir a página web da associação local (em japonês) com a apresentação das videiras. 

Fontes: CBC TV e Associação Koma Grape

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Família processa parque da Vila Sésamo em US$25 milhões por discriminação racial

Publicado em 29 de julho de 2022, em Notícias do Mundo

Pais afirmam que quatro personagens ignoraram sua filha durante um desfile no parque porque ela era negra.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A personagem Rosita da Vila Sésamo nos EUA (ilustrativa/banco de imagens)

Uma família em Baltimore, nos EUA, está processando um parque temático da Vila Sésamo em US$25 milhões por discriminação racial, alegando que vários personagens ignoraram sua filha de 5 anos durante um desfile no mês passado porque ela era negra.

Publicidade

O processo, que busca status de ação coletiva, foi apresentada junto a um tribunal federal na Filadélfia contra o SeaWorld Parks, o proprietária do Sesame Place, por “discriminação racial generalizada”.

A ação alega que quatro funcionários vestidos de personagens da Vila Sésamo ignoraram Quinton Burns, sua filha Kennedi Burns e outros visitantes negros durante o evento em 18 de junho.

“Basta olha para o rosto dela, isso me faz chorar toda vez que vejo”, disse Quinton Burns durante uma coletiva de imprensa na quarta-feira (27).

A ação ocorre após um vídeo que viralizou ter mostrado duas outras meninas negras de Nova Iorque aparentemente sendo ignoradas pela personagem Rosita em um desfile no parque em Langhorne.

O Sesame Place pediu desculpas em uma declaração pelo incidente e explicou que o ator simplesmente não pôde ver as meninas devido ao campo de visão limitado da fantasia.

O furor fez com que mais famílias tomassem coragem e relatassem experiências similares.

Fonte: Daily Mail

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência