Família processa parque da Vila Sésamo em US$25 milhões por discriminação racial

Pais afirmam que quatro personagens ignoraram sua filha durante um desfile no parque porque ela era negra.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A personagem Rosita da Vila Sésamo nos EUA (ilustrativa/banco de imagens)

Uma família em Baltimore, nos EUA, está processando um parque temático da Vila Sésamo em US$25 milhões por discriminação racial, alegando que vários personagens ignoraram sua filha de 5 anos durante um desfile no mês passado porque ela era negra.

Publicidade

O processo, que busca status de ação coletiva, foi apresentada junto a um tribunal federal na Filadélfia contra o SeaWorld Parks, o proprietária do Sesame Place, por “discriminação racial generalizada”.

A ação alega que quatro funcionários vestidos de personagens da Vila Sésamo ignoraram Quinton Burns, sua filha Kennedi Burns e outros visitantes negros durante o evento em 18 de junho.

“Basta olha para o rosto dela, isso me faz chorar toda vez que vejo”, disse Quinton Burns durante uma coletiva de imprensa na quarta-feira (27).

A ação ocorre após um vídeo que viralizou ter mostrado duas outras meninas negras de Nova Iorque aparentemente sendo ignoradas pela personagem Rosita em um desfile no parque em Langhorne.

O Sesame Place pediu desculpas em uma declaração pelo incidente e explicou que o ator simplesmente não pôde ver as meninas devido ao campo de visão limitado da fantasia.

O furor fez com que mais famílias tomassem coragem e relatassem experiências similares.

Fonte: Daily Mail

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Praia de Shizuoka em recuperação do lamaçal

Publicado em 29 de julho de 2022, em Sociedade

Uma praia famosa da província de Shizuoka foi afetada pelo lamaçal que fluiu por causa da chuva. Ainda está sendo recuperada.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Lama fluiu para a praia, sujando a areia e o mar (NTV)

Uma das mais belas praias da costa de Shizuoka, procurada pelos banhistas, por mergulhadores e fãs do snorkeling pela riqueza de seres marinhos, está sendo recuperada pelos danos causados pelo barro.

Publicidade

A praia de Ose, na cidade de Numazu, foi danificada porque em 22 deste mês a forte chuva causou um deslizamento na cidade e  enchente do rio. Essa lama foi parar na praia, sujando a areia e deixando a água com tom barrento.

A praia teve que ser temporariamente fechada, o que afetou o turismo, pois os hotéis e pousadas tiveram cancelamentos por causa desse desastre natural. 

Mergulhador mostra o barro, na quinta-feira (NTV)

Até quinta-feira (27) boa parte da areia foi recuperada pela obra no local, mas ainda resta lama no fundo do mar. A qualidade da água parece não ter mudado, pois a transparência é a mesma. Mas, ao mergulhar se vê o lamaçal no fundo.

A prefeitura de Numazu espera concluir o trabalho de recuperação no sábado (30) para decidir a data de reabertura. Mas, os banhistas parecem não estar muito preocupados, pois alguns foram vistos na praia de Ose.

O normal da praia de Ose no verão (Turismo de Numazu)

Fontes: NTV e Numazu Kanko

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência