Pocari Sweat: lançamento da bebida em garrafa retornável

A bebida Pocari passa a entrar na lista dos Sustainable Development Goals (SDGs) ou Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pocari envasada em garrafa de vidro retornável (divulgação)

A fabricante Otsuka Pharmaceutical, produtora da Pocari Sweat, muito consumida pelos desportistas e no verão, informou que irá lançar a partir de 12 de julho a bebida envasada em garrafa de vidro retornável, de 250ml.

Publicidade

Por enquanto a iniciativa SDG não será em todo o país. 

Será lançada na rede Aeon e Aeon Style, na região metropolitana e em mais 6 províncias, no total de 66 locais, nas províncias de Kanagawa, Chiba, Saitama, Gunma, Ibaraki e Quioto 

Nesses pontos de venda será instalada uma caixa de devolução do tipo Loop, para que as garrafas sejam recolhidas, lavadas e reabastecidas para vendas.

Ao devolver a garrafa de vidro, o sistema fará emissão de um código de barras e em 2 a 3 semanas o consumidor receberá os 70 ienes de volta.

Cada garrafa custará ¥230, já com os ¥70 de taxa de retorno embutidos.

Nas redes sociais os comentários são de elogio para o design da garrafa retornável, apontando que não querem devolver todas para usar em casa. 

Fotos das garrafas e do posto Loop (divulgação)

Fontes: divulgação e Huffington Post

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

KDDI: ministro critica e usuários da au dão dicas valiosas diante da falha

Publicado em 5 de julho de 2022, em Sociedade

A companhia KDDI continua sendo alvo de notícias. Mas os usuários dão dicas de como passaram esse período, sem sofrimento.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem das barras de antena e internet de um smartphone (PM)

Em comunicado oficial da KDDI, às 13h de terça-feira (5), a companhia informou que alguns usuários ainda não estão conseguindo realizar ou receber chamadas telefônicas. No caso dos usuários da au, povo e UQ Mobile recomenda desligar e reiniciar o smartphone uma vez para verificar se o problema está sanado.

Publicidade

“Mesmo depois de anunciar que o trabalho de restauração foi concluído, os usuários continuaram com dificuldade nas chamadas. Não posso dizer que cumpriu com suas responsabilidades”, disse Atsushi Kaneko, Ministro dos Assuntos Internos e Comunicação (SOUMU), se referindo à empresa KDDI.   

“Foi uma falha de larga escala e sem precedentes. É necessário fazer um exame drástico para que casos semelhantes não ocorram novamente”, disse em tom de crítica.

Solicitou a KDDI que informasse sobre uma série de medidas, incluindo métodos de notificação aos usuários e enfatizou que a verificação dessa queda será realizada com especialistas externos.

O que aprender com essa falha da KDDI

Foram cerca de 39,15 milhões de linhas afetadas, prejudicando cerca de 35,8 milhões de usuários, entre pessoas físicas e jurídicas, das marcas au, UQ Mobile e povo. Esse número de clientes prejudicados corresponde a 60% das cerca de 62 milhões de linhas fornecidas pela KDDI. A queda começou à 1h35 de sábado (2) e persistiu por mais de 60 horas.

No entanto, há que ressaltar que desta vez foi a KDDI, mas no passado, a NTT DoCoMo também teve um problema parecido. Todas as empresas de comunicação estão sujeitas a esse tipo de falha ou queda. 

Sugestões dos usuários

A maioria dos comentários dos usuários no Twitter foi em relação às chamadas, pois a rede de internet voltou a funcionar em seguida. Os comentários que mais chamaram à atenção foram dos usuários de dual SIM. Ou seja, em um único smartphone usa-se SIM de duas operadoras distintas

Isso despertou a atenção de quem leu os comentários sobre a sorte de quem tem dual SIM, mesmo um que seja o eSIM.

E aí entra a série do iPhone. A partir do XS se pode usar o eSIM, como os modelos do iPhone 13. 

Há marcas que oferecem smartphones para 2 cartões SIM, como Sony, Samsung, Xiaomi e outras, do sistema operacional Android. 

É claro que com o dual SIM será necessário ter duas contas, duas faturas, mas um deles pode até ser de uma operadora com submarca, mais em conta, como o ahamo da DoCoMo ou linemo da Softbank.

Alguns, no caso de casais, apontaram que independente do plano família, cada um usa uma operadora diferente, por isso foi de ajuda no final de semana com essa queda.

Se garantir em situações de risco

Dois SIM cards e telefone sem fio (Wikimedia e Pixabay)

Outra ideia pode ser adquirir uma linha telefônica simples, abandonada por muitos na era dos smartphones. Ter um telefone fixo em casa pode ser de grande ajuda em um momento como esse de queda de comunicação em meio às situações de risco de insolação, de possíveis desastres com tufão ou terremoto, ou ainda durante esta epidemia do novo coronavírus

Em resumo: como os telefones públicos estão cada vez mais escassos, o dual SIM, familiares com operadoras diferentes ou o telefone residencial (que não seja os via internet), podem ser uma salvação.

Fontes: KDDI, Yomiuri, IT Media e Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência