Quarta-feira: 45 mil novos casos de coronavírus no Japão

Desde 18 de maio o país não tinha um número tão elevado e comparando ao dia anterior, foi um salto de mais de 9 mil novos casos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 45.821 testados positivo para o novo coronavírus na quarta-feira (6), aumentando a soma cumulativa para 9.502.624 pessoas infectadas nesta epidemia.

Publicidade

O aumento em Tóquio foi de 220% em relação ao mesmo dia da semana anterior. Aichi e Osaka tiveram mais que o dobro, enquanto Shimane teve o segundo maior número desta epidemia.

As províncias com maiores números são as listadas abaixo.

  1. Tóquio: 8341
  2. Osaka: 4.621
  3. Kanagawa: 3.038
  4. Aichi: 2.737
  5. Fukuoka: 2.366
  6. Okinawa: 2.241
  7. Saitama: 2.043

Outras províncias com números preocupantes.

  • Hyogo: 1.877
  • Chiba: 1.659
  • Kumamoto: 1.443
  • Quioto: 1.010
  • Shizuoka: 853
  • Hokkaido: 821
  • Shimane: 690

Províncias com os maiores índices de infecção

A província de Okinawa tem o maior índice de infecção a cada 100 mil habitantes, de 743; enquanto Shimane fica em segundo lugar, com 432. Depois vem as províncias de Kumamoto (366), Saga (313), Kagoshima (207), Osaka (190) e Tóquio, em sétimo, com 188.

Os especialistas dizem que o Japão entrou na sétima onda de infecção.

Óbitos, recuperações e pacientes em tratamento

O dia teve 12 óbitos, sendo 2 em Tóquio, em Fukuoka e em Kagoshima, 1 em Hokkaido, em Quioto, em Osaka, em Gifu, em Kanagawa e em Ibaraki.

São 255.950 pacientes em tratamento, dos quais 68 estão em estado grave, com aumento de 8 em relação ao dia anterior.

Em contrapartida, são 9.215.311 pessoas recuperadas da covid.

Na segunda-feira (4) foram realizados 72.560 testes PCR.

Veja os dados dos testados positivo, por província no Japão.

REGIÃO
PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 821
Tohoku
Aomori 390
Iwate 223
Miyagi 491
Akita 84
Yamagata 120
Fukushima 223
Kanto
Ibaraki 339
Tochigi 275
Gunma 357
Saitama 2.043
Chiba 1.659
Tóquio 8.341
Kanagawa 3.038
Hokuriku
Niigata 295
Toyama 252
Ishikawa 343
Fukui 187
Koshin
Yamanashi 172
Nagano 303
Tokai
Gifu 593
Shizuoka 853
Aichi 2.737
Mie 569
Kinki
Shiga 396
Quioto 1.010
Osaka 4.621
Hyogo 1.877
Nara 459
Wakayama 300
Chugoku
Tottori 215
Shimane 690
Okayama 354
Hiroshima 663
Yamaguchi 277
Shikoku
Tokushima 109
Kagawa 211
Ehime 552
Kochi 219
Kyushu
Fukuoka 2.366
Saga 634
Nagasaki 537
Kumamoto 1.443
Oita 518
Miyazaki 571
Kagoshima 826
Okinawa 2.241
Aeroportos 24
TOTAL GERAL 45.821
Fontes: News Digest e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Modelo e atiradora de elite: brasileira morre na guerra da Ucrânia

Publicado em 6 de julho de 2022, em Notícias do Mundo

Thalita do Valle, de 39 anos, morreu em 30 de junho em um ataque com míssil russo contra a cidade Kharkiv na Ucrânia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Thalita tinha experiência em conflitos anteriores, visto que ela já havia lutado contra o Estado Islâmico no Iraque (YouTube/Thata do Valle)

Uma atiradora de elite e ex-modelo do Brasil foi morta por forças russas na Ucrânia.

Publicidade

Thalita do Valle, de 39 anos, morreu em 30 de junho em um ataque de míssil russo na cidade de Kharkiv, na região nordeste da Ucrânia.

O ataque também levou à morte do soldado brasileiro Douglas Burigo, de 40 anos, que voltou ao abrigo para procurar Thalita.

Ela foi a única pessoa membro da tropa que ficou para trás após o primeiro ataque ter ocorrido, de acordo com outros combatentes.

Thalita tinha experiência em conflitos anteriores, visto que ela já havia lutado contra o Estado Islâmico no Iraque, que ela documentou em vídeo no seu canal no YouTube.

Durante aquela época, ela recebeu treinamento para ser atiradora quando ela se juntou aos Peshmergas, as forças militares armadas da região do Iraque de Curdistão.

Um escritor estava trabalhando com a soldada brasileira para transformar sua experiência em um livro.

Thalita também era estudante de direito que participava de resgates de animais junto com ONGs e trabalhou como modelo e atriz quando era mais jovem.

Seu irmão, Theo Rodrigo Viera, descreveu Thalita como uma heroína com vocação para salvar vidas e participar de missões humanitárias.

Ele explicou que Thalita estava na Ucrânia há 3 semanas, onde ela começou a trabalhar como socorrista, assim como atiradora de elite.

Fonte: The Mirror

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência