Medicamento da Pfizer para tratar Covid não mostrou benefícios em adultos mais jovens

Os resultados de um estudo israelense com 109 mil pacientes provavelmente renovarão questões sobre o uso do medicamento Paxlovid.

Paxlovid não apresentou benefícios para adultos mais jovens (ilustrativa/banco de imagens)

A pílula contra covid-19 da Pfizer, a Paxlovid, parece oferecer pouco ou nenhum benefício para adultos mais jovens, enquanto ainda reduz o risco de hospitalização e morte para idosos de alto risco, de acordo com um estudo de grandes proporções publicado no New England Journal of Medicine na quarta-feira (24).

Publicidade

Os resultados de um estudo israelense com 109 mil pacientes provavelmente renovarão questões sobre o uso do medicamento Paxlovid pelo governo dos EUA, que se tornou o tratamento popular para covid-19 devido a sua conveniência em casa.

Pesquisadores descobriram que o Paxlovid reduziu hospitalizações entre pessoas com idade igual ou superior a 65 anos em cerca de 75% quando administrado logo após a infecção. Isso é consistente com resultados anteriores usados para autorizar o medicamento nos EUA e em outras nações.

Contudo, pessoas entre 40 e 65 anos não viram benefício mensurável, de acordo com análise de registros médicos.

As descobertas refletem a mudança natural da pandemia, em que a grande maioria das pessoas já tem alguma proteção contra o vírus devido à vacinação ou infecção anterior.

“O Paxlovid continua sendo importante para as pessoas sob o risco mais alto de covid-19 grave, como idosos e aqueles com o sistema imune comprometido”, disse o Dr. David Boulware, pesquisador da Universidade de Minnesota e médico, que não estava envolvido no estudo.

“Mas para a maioria dos americanos que agora são elegíveis, ele realmente não tem muito benefício”.

Fonte: Channel News Asia

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Promoção irresistível da Peach para voar a partir de ¥390

Publicado em 25 de agosto de 2022, em Tome Nota

Se gosta de viajar ou quer visitar um local novo, ou ainda aproveitar a temporada de praias em Amami e Okinawa, aproveite a promoção!

Imagem ilustrativa da aeronave Airbus da Peach (Wikimedia)

A companhia aérea de baixo custo (LCC) Peach inicia a terceira parte de sua promoção para comemorar o seu 10.º aniversário, com tarifa de um trecho a partir de 390 ienes.

Publicidade

O melhor é que vale para todas as suas rotas de voos domésticos, portanto, o leque é grande. A proposta é proporcionar uma viagem relax como sugere o nome da promoção (Chill Tabi ou チル旅), no outono-inverno.

  • de Narita para Kushiro, Memanbetsu, Sapporo/Chitose, Fukuoka, Oita, Nagasaki, Miyazaki, Amami, Okinawa/Naha e Ishigaki 
  • do Centrair (Chubu) para Sapporo/Chitose, Sendai e Okinawa/Naha e Ishigaki  
  • do KIX (Kansai) para Hokkaido/Shin-Chitose e Memanbetsu, Sendai, Nagasaki, Fukuoka, Miyazaki, Okinawa/Naha e Ishigaki, Amami e outros trechos

O período para embarque é entre 14 de setembro e 22 de dezembro, com ênfase em setembro e outubro. Vale lembrar que destinos como Naha, Ishigaki e Amami têm temporada oficial das praias até 31 de outubro.

O período para desfrutar dessa campanha e fazer reservas é entre 22h de quinta-feira (25) às 23h59 de terça-feira (30), portanto, pode se apressar (toque aqui para abrir a página da promoção).

A Peach informa que a sobretaxa de combustível, impostos e taxas aeroportuárias deverão ser pagas separadamente. As taxas de check-in de bagagem e seleção de assentos não estão incluídas. 

Fonte: divulgação 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros