Exercício militar conjunto entre Japão e Estados Unidos

No dia em que a Coreia do Norte disparou um míssil de alcance intermediário, os aviões de combate se reuniram para um exercício militar conjunto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Exercício militar conjunto com 8 caças do Japão e 4 dos Estados Unidos (MOD)

O Ministério da Defesa do Japão (MOD) informou na terça-feira (4) que um total de 12 aviões de combate da Força Aérea de Autodefesa do Japão e dos Estados Unidos realizaram treinamento militar conjunto no espaço aéreo a oeste de Kyushu. 

Publicidade

Foi uma resposta ao lançamento de um míssil balístico da Coreia do Norte, o qual sobrevoou o Japão no mesmo dia.

Por volta das 15h30, na Base de Nitahara da Força de Autodefesa Aérea na província de Miyazaki e na Base de Iwakuni do Exército dos Estados Unidos, na província de Yamaguchi, os aviões de combate decolaram um após o outro .

O treinamento envolveu 4 caças F-15 da 5.ª ala aérea pertencentes à Força de Defesa Aérea do Oeste da JASDF, que tem jurisdição sobre o espaço aéreo da região Kyushu, mais 4 caças F-2 da 8.ª ala aérea. Do lado militar dos EUA, 4 caças F-35B do 12.º Grupo Aéreo do Corpo de Fuzileiros Navais participaram para realizar vários treinamentos táticos.   

“Confirmamos a prontidão das Forças de Autodefesa do Japão e dos militares dos Estados Unidos, e demonstrar a forte determinação dos dois países em lidar com qualquer situação em cooperação estreita e contínua, tanto nacional quanto internacionalmente”, declarou o MOD em um comunicado.

Fontes: Sankei e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão expulsa diplomata em retaliação à Rússia

Publicado em 5 de outubro de 2022, em Sociedade

O governo ordenou a um diplomata russo que deixasse o país até 10 de outubro para protestar contra a expulsão de um cônsul japonês na Rússia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O embaixador da Rússia Mikhail Galuzin foi expulso do Japão (NHK)

O ministro de Relações Exteriores do Japão, Yoshimasa Hayashi, diz que o governo ordenou a um diplomata russo que deixasse o país até 10 de outubro para protestar contra a expulsão de um cônsul japonês na Rússia.

Publicidade

Hayashi disse aos repórteres que o vice-ministro de Relações Exteriores, Takeo Mori, convocou o embaixador da Rússia no Japão, Mikhail Galuzin. Mori declarou o cônsul no Consulado-Geral da Rússia em Sapporo (Hokkaido) como pessoa non grata.

No mês passado, o Serviço Federal de Segurança da Rússia deteve um cônsul japonês em Vladivostok por alegada espionagem.

O governo russo declarou o diplomata uma pessoa non grata e ordenou que ele deixasse o país.

Hayashi disse aos repórteres que a detenção do cônsul é uma violação óbvia e grave das leis internacionais. Ele chamou a ação russa de inacreditável e absolutamente inaceitável.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância