‘Ciclone bomba” do Ártico ameaça viagem de fim de ano de milhões de americanos

Um dos Natais mais frios já registrados, visto que uma tempestade de inverno iminente ameaça derrubar planos de viagem de milhões de americanos.

Carro preso na neve (ilustrativa/banco de imagens)

Uma massa de ar ártica perigosamente frígida dominou uma ampla faixa dos EUA na quinta-feira (22) antes do que poderia ser um dos Natais mais frios já registrados, visto que uma tempestade de inverno iminente ameaça derrubar planos de viagem de milhões de americanos.

Publicidade

Entrando no fim de semana de feriado, a tempestade iminente deve trazer condições de nevasca para a região dos Grandes Lagos, até 5cm de chuva seguida por um rápido congelamento na Costa Leste, com rajadas de vento de até 100Km/h e frio intenso no sul, próximo à fronteira com o México.

Como a tempestade tomou forma sobre a região dos Grandes Lagos na quinta-feira, um fenômeno climático conhecido como “ciclone bomba” deve se desenvolver a partir de um sistema “de baixa pressão que se intensifica rapidamente”, disse o Serviço Nacional do Clima (NSW).

O ciclone pode gerar quedas de neve de 1.25cm por hora e ventos uivantes com rajadas de 97Km/h a partir do Alto Meio Oeste ao noroeste, produzindo condições de nevasca e visibilidade perto de zero, disse o NSW.

Combinado com o frio do ártico, fatores de índice de resfriamento tão baixos quanto -40ºC estão previstos nas Altas Planícies, nas Northern Rockies e na Grande Bacia, disse o NWS.

Exposição a tais condições sem proteção adequada pode causar queimaduras do frio (frostbite) dentro de minutos.

Cortes de energia são prováveis e a tempestade deve tornar viagens por terra ou ar precárias ou impossíveis ocasionalmente.

Até a tarde, bem mais da metade dos 48 estados menores, de Washington à Flórida, estavam sob alertas de índice de resfriamento e outros alertas de clima de inverno estavam afetando mais de 200 milhões de pessoas, ou cerca de 60% da população dos EUA, divulgou o serviço do clima.

Fonte: Straits Times

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Não são OVNIs, mas um fenômeno de inverno

Publicado em 23 de dezembro de 2022, em Sociedade

Para se formar esse fenômeno precisa de 2 combinações, por isso, ocorre sempre no inverno.

Por volta de 21h40 de quarta-feira sobre o Mar do Japão (Toonippo)

Parecem misteriosas colunas de luz no céu de inverno em noite muito fria. Tampouco se trata de objetos voadores não identificados ou OVNIs.

Publicidade

Esse fenômeno foi visto sobre o Mar do Japão, na costa da cidade de Ajigasawa (Aomori), por volta das 23h40 de quarta-feira (21).

São os pilares de luz, chamados de 漁火光柱 (lê-se isaribi kochuu), um fenômeno ótico. Eles se formam pelo reflexo da luz da lua (também pela luz solar de dia) nos cristais de gelo presentes na atmosfera. São colunas de luz nas cores do arco-íris. 

Esse tipo de fenômeno encanta as pessoas no inverno, tanto quanto o outro chamado de pó de diamante (diamond dust), que também é ótico.

Mesma imagem, vista inteira (Toonippo)

Fonte: Toonippo 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros