Cientistas no Japão dizem ter encontrado maneira de extrair ouro de fontes termais

Acredita-se que o metal precioso penetre na água hidrotermal superaquecida, subindo lentamente para a superfície e se solidificando para formar veias na rocha.

Os pesquisadores consideram as águas de fontes termais um recurso em potencial para ouro (NHK)

Cientistas no Japão dizem que desenvolveram uma maneira de extrair ouro de águas de fontes termais.

Publicidade

Os pesquisadores são da Agência Japonesa de Ciência e Tecnologia da Terra e do Mar (JAMSTEC) e da grande fabricante de maquinários IHI.

Ouro fundido existe em magma no fundo da superfície da Terra. Acredita-se que o metal precioso penetre na água hidrotermal superaquecida, subindo lentamente para a superfície e se solidificando para formar veias na rocha.

Os pesquisadores consideram as águas de fontes termais um recurso em potencial para esse ouro.

Eles citaram que a “cianobactéria”, também conhecida como alga azul-verde, poderia ser usada para extrair o metal. Eles dizem que a alga absorve ouro ao separá-lo do cloro e outros elementos.

A equipe processou a alga em folhas, as quais foram então imersas em águas de uma fonte termal na província de Akita, no norte do Japão, por até 7 meses.

A equipe diz que até 30 gramas de ouro foram extraídas de uma tonelada de folhas. Dizem que nas maiores minas de ouro do mundo, entre 3 a 5 gramas de ouro são encontradas por tonelada de minério. A equipe planeja conduzir mais experimentos a fim de estabilizar a tecnologia.

Tatsuo Nozaki da JAMSTEC diz que os pesquisadores confirmaram que a alga pode absorver ouro e ele espera que ela possa ser usada para coletar o metal.

O funcionário da IHI, Yasuyuki Fukushima, diz que o resultado foi bem melhor do que o esperado. Ele manifestou esperança de que a tecnologia possa ser desenvolvida ainda mais para contribuir com o uso sustentável de recursos naturais.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Presa por maus-tratos com filha de 3 anos

Publicado em 13 de dezembro de 2022, em Sociedade

A mulher admitiu que amarrava sua filha com uma corda para que ela não saísse de casa.

Imagem ilustrativa de viatura da polícia (Wikimedia)

A polícia informou na segunda-feira (12) sobre a prisão de uma mulher, 22 anos, desempregada, cujo nome não foi divulgado e residente em Mito (Ibaraki).

Publicidade

O motivo é que ela teria amarrado a sua filha de 3 anos com uma corda, na manhã do dia anterior. 

“Amarrei minha filha para que ela não saísse de casa”, admitiu a mulher.

Segundo a polícia, uma pessoa da vizinhança ouviu o choro de uma criança na noite anterior. Ela viu a criança sair de casa e ligou para o 110. Os policiais foram atender a ocorrência e a mãe não estava em casa.

Nessa casa residem somente a mãe e a filha. A polícia está investigando se o abuso infantil era frequente. 

Fonte: Ibaraki Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros