EUA oferecem vacinas contra Covid à China para conter surto crescente

Os EUa disseram que que conter o surto na China era de interesse do mundo.

Frasco de vacina contra Covid da farmacêutica Pfizer dos EUA (banco de imagens)

Os EUA se ofereceram na terça-feira (20) para compartilhar vacinas com a China a fim de deter os números crescentes de covid-19, dizendo que conter o surto era de interesse do mundo.

Publicidade

É improvável que a China aceite a oferta dos EUA, seu adversário frequente, após Pequim ter investido pesado em diplomacia da Covid que incluiu envio de suas vacinas em todo o mundo.

“É importante que todos os países foquem em ter as pessoas vacinadas e tornar testes e tratamento facilmente acessíveis”, disse o porta-voz do Departamento de Estado Ned Price aos repórteres.

“Os EUA são o maior doador de vacinas contra Covid do mundo. Estamos preparados para continuar a dar suporte às pessoas em todo o mundo, incluindo a China, com esse e outro suporte de saúde relacionado à Covid”, disse Price.

“Isso está profundamente nos interesses do resto do mundo. Nossas vacinas contra covid-19 são seguras e eficazes, e temos fornecido a países no globo, independentemente ou apesar de quaisquer desacordos políticos”.

A China, onde a covid-19 foi detectada pela primeira vez há 3 anos, até recentemente tentou uma política de zero casos que incluiu lockdowns rigorosos.

A liderança comunista reverteu abruptamente o curso após raros protestos públicos, mas a maioria da população não está vacinada, principalmente os idosos.

A vacina chinesa da Sinopharm tem uma eficácia de 79% contra sintomas e hospitalizações após 2 doses, disse em junho a Organização Mundial da Saúde, comparada com cerca de 95% daquelas produzidas pelas farmacêuticas Pfizer e Moderna dos EUA.

Fonte: Channel News Asia

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Em uma situação de emergência saiba como chamar a ambulância

Publicado em 21 de dezembro de 2022, em Dicas Especiais

O governo do Japão tem um guia, em português, para quem precisa chamar a ambulância, mostrando quais são os procedimentos.

Imagem ilustrativa de uma ambulância com sirene ligada (Flickr)

O número de telefone 119 é bem divulgado como sendo o do serviço de ambulância e do Corpo de Bombeiros. Mas, nem todo mundo sabe o que falar, como explicar e o que precisa ter em mãos.

Publicidade

Para os japoneses fazer esse procedimento é fácil por causa do idioma. No caso dos estrangeiros a comunicação pode ficar mais difícil caso não saiba falar o idioma japonês.

Por isso, o governo tem uma espécie de manual em vários idiomas, incluindo o português, o qual explica em que situações se chama a ambulância, o que precisará informar – incluindo o endereço – e o que levar. 

Esse serviço de ambulância é de grande importância nos momentos em que precisa de ajuda ou quer ajudar alguém que está passando mal na rua ou sofreu um acidente.

Por isso, a recomendação é de ler atentamente as informações e, se possível, compartilhar com seus familiares e amigos (toque aqui para abrir o link).

Caso tenha amigos que falam outros idiomas, como o francês, espanhol, vietnamita e outros, recomende o guia (toque aqui).

Fonte: FDMA

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância