O que acontece quando polícia flagra menores bebendo

O consumo de bebidas alcoólicas é regulado por lei. No Japão somente os maiores de 20 anos podem beber.

Imagem meramente ilustrativa de menores com bebida alcoólica (Flickr)

“O consumo de álcool por menores durante a fase de crescimento não só representa um grande risco físico e mental para o indivíduo, mas também tem um grande impacto na sociedade”, explica a NPA-Agência Nacional de Polícia do Japão

Publicidade

Para evitar que isso aconteça, além da educação na escola, devem ser dadas explicações em casa e na comunidade para que os menores – no Japão a idade permitida para começar beber é 20 anos – entendam por que não devem ingerir bebidas alcoólicas.

Recentemente, uma pessoa telefonou para o 110 informando que havia um grupo de jovens, menores, bebendo em um bar-karaokê, na província de Okinawa.

Os policiais foram até o local, por volta das 22h, onde encontraram 16 menores, dos quais 14 tinham bebido. Eles se justificaram dizendo que comemoravam a formatura. A polícia investigou em qual bar esses jovens menores tinham bebido anteriormente.

Todos foram levados para a delegacia onde ouviram um sermão a respeito disso, pela violação da lei.

Tanto os pais ou responsáveis pelos menores, como os estabelecimentos comerciais são penalizados no caso de servirem bebidas alcoólicas para eles.

Segundo a lei, tanto os pais e o estabelecimento comercial são multados. O valor pode chegar a 500 mil ienes.

Fontes: NTA e QAB

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mais 5 casos de gripe aviária no Japão

Publicado em 19 de dezembro de 2022, em Sociedade

Desde outubro vem aumentando o número de casos de gripe aviária e desde o final de semana foram confirmados em 5 províncias.

Equipe sanitária sacrificando as galinhas para incinerá-las depois, em uma granja de Okinawa, no domingo (Ryukyu Shimpo)

O Japão vem registrando uma sequência de gripe aviária, desde 28 de outubro, quando se confirmaram os primeiros casos do ano em granjas das províncias de Okayama e Hokkaido. 

Publicidade

Nesse período ocorreram novos casos em Hyogo, Ibaraki, Niigata, Chiba, Aichi, além de outras. Isso tem impactado no fornecimento, não só das carnes de frango e patos, como também dos ovos, resultando em aumento dos preços.

Desde sexta-feira (16) foram confirmados mais 5 casos. Nesse dia foram em duas granjas, uma em Hiroshima e outra em Okinawa, em granjas de 120 mil e 45 mil, respectivamente, de galinhas poedeiras.

No dia seguinte, sábado (17), uma granja de Saitama, com 194 mil aves de corte e poedeiras. 

Uma granja de Kagoshima com 35 mil aves poedeiras, teve confirmação da gripe aviária no domingo (18), sendo que na segunda-feira (19) foi em uma na província de Fukuoka, com 54 mil aves. Esse foi o segundo caso na província. 

Em todas elas, as medidas de restrição de transporte já foram realizadas e nos primeiros casos já foram iniciadas as atividades de sacrificá-las e depois vão para a incineração. 

Fontes: MAFF, Ryuku Shimpo e Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros