Cardume gigantesco enche um rio em Nagoia

Só se vê peixes e mais peixes na superfície do rio em Nagoia. Os japoneses têm um pouco de receio de comer esse peixe por causa do cheiro, mas é saboroso.

Superfície do rio forrada de peixes (CBC TV)

Chamado de Rio Hori, o qual corta a cidade de Nagoia (Aichi), é um braço do Rio Shonai, foi construído artificialmente em 1610 para transporte das mercadorias. Mas, desde o começo do ano, estão sendo vistos vários posts nas redes sociais mostrando um cardume gigantesco.

Publicidade

A reportagem da CBC foi até o local, em Kita-ku, Nagoia, bem longe do mar, para verificar esse fenômeno. De fato, encontrou a superfície do rio forrada de peixes.

De acordo com a pesquisadora Fumie Ohata, do Centro de Pesquisa em Ciências Ambientais da Cidade de Nagoia, se trata das tainhas (bora em japonês). Explicou que costumam nadar do mar, rio acima, em busca de água morna, no período do inverno à primavera.

“Pelo tamanho do cardume pode ser difícil para os peixes respirarem. É bem possível que eles morram. Se um grande número deles morrer, um dos efeitos é o cheiro de putrefação”, explicou.

Além de causarem falta de oxigênio pela quantidade exagerada, os excrementos dos peixes podem deteriorar a qualidade da água do rio

Karasumi (Wikimedia)

Embora as tainhas sejam famosas pelas suas ovas, das quais se produz o famoso e rico alimento chamado karasumi, essas que estão no rio agora não são recomendadas para pescar e comer, informou a pesquisadora.

Se esse cardume sobreviver, deverá voltar para o mar, como faz essa variedade de peixe. Espera-se que não aconteça o mesmo que em um rio em Hamamatsu.

Cardume de tainhas no Rio Hori (CBC TV)

Fonte: CBC TV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mitsubishi Electric investirá ¥26 bilhões para construir 1ª fábrica de ar-condicionado na Índia

Publicado em 13 de janeiro de 2023, em Ásia

A Mitsubishi Electric construirá a fábrica com capacidade anual de 300 mil unidades em Tamil Nadu, no sul da Índia, e visa iniciar a produção em outubro de 2025.

Investimento da Mitsubishi Electric na Índia de mais de 26 bilhões de ienes para estabelecer fábrica de ar-condicionado (banco de imagens)

A Mitsubishi Electric Corp. disse na quinta-feira (12) que investirá ¥26.7 bilhões (US$200 milhões) para estabelecer sua primeira planta na Índia para produzir aparelhos de ar-condicionado em uma tentativa de explorar sua crescente população e crescimento econômico.

Publicidade

A empresa japonesa construirá a fábrica com capacidade anual de 300 mil unidades em Tamil Nadu, no sul da Índia, e visa iniciar a produção em outubro de 2025. A companhia também fabricará 650 mil compressores por ano na planta.

A nova fábrica faz parte do plano de negócios de 5 anos até março de 2026 da companhia, sob o qual a Mitsubishi Electric planeja investir cerca de ¥180 bilhões em seus negócios relacionados a aparelhos de ar-condicionado no mundo, incluindo nos EUA e Europa.

A Mitsubishi Electric entrou no mercado indiano de ar-condicionado e sistemas de refrigeração em 2010.

Fonte: News and Culture

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros