Passageiro fica ferido durante teste de ônibus autônomo em Shiga

A 5ª série de testes está em andamento desde dezembro de 2022. Dois danos a propriedades ocorreram em 2020, mas esse foi o primeiro em que uma pessoa ficou ferida.

A cidade de Otsu vem testando veículos automatizados desde o ano fiscal de 2018 (NHK)

Um passageiro na faixa dos 70 anos ficou ferido durante um teste de um ônibus autônomo na quarta-feira (11), anunciou a cidade de Otsu (Shiga).

Publicidade

O incidente ocorreu por volta das 11h25, quando o ônibus estava em um declive se aproximando de uma parada perto do Biwako Hotel.

O motorista, a bordo para auxiliar com a operação do veículo, virou o volante para a direita a fim de evitar bater em um caminhão que havia parado na frente do ônibus.

Como não havia algo mais bloqueando o caminho, o ônibus então acelerou automaticamente. O movimento fez com que o passageiro fosse jogado para fora de sua poltrona, causando leves hematomas na região lombar. Não havia outros passageiros a bordo no momento do incidente.

A cidade de Otsu vem testando veículos automatizados desde o ano fiscal de 2018.

A 5ª série de testes está em andamento desde dezembro de 2022. Dois danos a propriedades ocorreram em 2020, mas esse foi o primeiro em que uma pessoa ficou ferida.

A cidade suspendeu os testes e usará um ônibus regular ao longo de sua rota entre o Lake Biwa Otsu Prince Hotel e a estação de Otsu da JR.

A cidade declarou que oferece suas “sinceras desculpas ao passageiro ferido” e trabalhará para determinar a causa do incidente e compartilhará medidas com partes relacionadas para evitar que outros ocorram.

Fonte: Mainichi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Cardume gigantesco enche um rio em Nagoia

Publicado em 13 de janeiro de 2023, em Sociedade

Só se vê peixes e mais peixes na superfície do rio em Nagoia. Os japoneses têm um pouco de receio de comer esse peixe por causa do cheiro, mas é saboroso.

Superfície do rio forrada de peixes (CBC TV)

Chamado de Rio Hori, o qual corta a cidade de Nagoia (Aichi), é um braço do Rio Shonai, foi construído artificialmente em 1610 para transporte das mercadorias. Mas, desde o começo do ano, estão sendo vistos vários posts nas redes sociais mostrando um cardume gigantesco.

Publicidade

A reportagem da CBC foi até o local, em Kita-ku, Nagoia, bem longe do mar, para verificar esse fenômeno. De fato, encontrou a superfície do rio forrada de peixes.

De acordo com a pesquisadora Fumie Ohata, do Centro de Pesquisa em Ciências Ambientais da Cidade de Nagoia, se trata das tainhas (bora em japonês). Explicou que costumam nadar do mar, rio acima, em busca de água morna, no período do inverno à primavera.

“Pelo tamanho do cardume pode ser difícil para os peixes respirarem. É bem possível que eles morram. Se um grande número deles morrer, um dos efeitos é o cheiro de putrefação”, explicou.

Além de causarem falta de oxigênio pela quantidade exagerada, os excrementos dos peixes podem deteriorar a qualidade da água do rio

Karasumi (Wikimedia)

Embora as tainhas sejam famosas pelas suas ovas, das quais se produz o famoso e rico alimento chamado karasumi, essas que estão no rio agora não são recomendadas para pescar e comer, informou a pesquisadora.

Se esse cardume sobreviver, deverá voltar para o mar, como faz essa variedade de peixe. Espera-se que não aconteça o mesmo que em um rio em Hamamatsu.

Cardume de tainhas no Rio Hori (CBC TV)

Fonte: CBC TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros