Uganda declara oficialmente fim do surto de ebola

O vírus ebola é transmissível, mas não tanto quanto algumas outras doenças infecciosas, como a covid-19.

Imagem em 3D do vírus ebola (ilustrativa)

Autoridades da Uganda declararam oficialmente o fim de um recente surto de ebola após 42 dias consecutivos sem novos casos.

Publicidade

Uma declaração formal foi feita durante uma cerimônia transmitida na TV do distrito central de Mubende, o epicentro do surto, na quarta-feira (11).

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) um surto de ebola é encerrado se não houver novos casos após 42 dias, que é duas vezes o período de incubação.

“Hoje, 11 de janeiro de 2023, marca 113 dias desde o início do surto de ebola na Uganda”, disse a ministra da Saúde, Jane Ruth Aveng Ocero.

O surto, o 8º na história da Uganda, matou 55 pessoas, disse Aceng Ocero. Houve um total de 153 casos confirmados e 22 prováveis, acrescentou ela.

O vírus ebola é transmissível, mas não tanto quanto algumas outras doenças infecciosas, como a covid-19.

Ele pode se espalhar de pessoa para pessoa através de contato direto com sangue ou outros fluidos corporais como saliva, suor, sêmen ou fezes, ou por meio de objetos contaminados como roupas de cama ou agulhas.

Sintomas do ebola incluem febre, dores e fadiga, os quais podem progredir para diarreia, vômito e sangramento inexplicado.

Fonte: CNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Gwen Stefani se declara ‘japonesa’ em entrevista controversa

Publicado em 12 de janeiro de 2023, em Notícias do Mundo

Gwen Stefani é uma cantora, compositora, atriz, e produtora musical estadunidense. É a vocalista da banda de ska No Doubt.

Gwen Stefani em 2017 (banco de imagens)

Gwen Stefani está sendo criticada após fazer uma declaração ousada.

Publicidade

Em uma entrevista para a revista Allure em relação a sua marca de beleza GXVE, Stefani refletiu sobre o lançamento de sua primeira linha de beleza, a Harajuku Lovers fragance, que foi inspirada pela cultura Harajuku do Japão.

Enquanto discutia sobre a coleção, a qual alguns criticaram como uma apropriação cultural gritante, Stefani redobrou sua decisão, indo tão longe ao dizer que ela é japonesa, apesar de ter um pai ítalo-americano e uma mãe irlandesa-americana.

“Essa foi a minha influência japonesa e essa foi uma cultura que foi tão rica com tradição, mesmo assim tão futurística com tanta atenção à arte e detalhes e disciplina e foi fascinante para mim”, disse Stefani à revista, refletindo sobre a influência que as viagens frequentes de seu pai ao Japão tiveram sobre ela.

Quando ela finalmente visitou Harajuku por conta, ela compartilhou que havia uma epifania de todos os tipos, “Eu disse, meu Deus, sou japonesa e não sabia disso”.

“Eu sou, você sabe”, acrescentou ela, enquanto descrevia a si mesma como “superfã” e afirmando que suas relações com a cultura japonesa eram ligadas com “inocência”.

De acordo com o artigo, Stefani, de 53 anos, não parou por aí, e fez uma referência a si mesma como japonesa duas vezes durante a conversa. Além disso, também se descreveu como “um pouco de uma garota do Condado de Orange, um pouco de uma garota japonesa, um pouco de uma garota inglesa”.

Gwen Renée Stefani é uma cantora, compositora, atriz, e produtora musical estadunidense. É a vocalista da banda de ska No Doubt. Stefani ficou famosa em 1995, com o sucesso do álbum Tragic Kingdom, que criou sucessos como “Just a Girl”, “Spiderwebs” e “Don’t Speak“.

Fonte: NBC Washington

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros