ANA anuncia primeiro voo do Pikachu Jet NH

A ANA está comprometida em criar experiências únicas e memoráveis para os passageiros.

O voo inaugural será de Haneda a Bangkok, na Tailândia (ANA)

A All Nippon Airways (ANA) anunciou o primeiro cronograma de voo do Boeing 787-9 especial “Pikachu Jet NH” que começará em 4 de junho.

Publicidade

O voo inaugural, de Haneda a Bangkok, incluirá designs de edição limitada nos aventais das comissárias assim como copos de papel, guardanapos, capas de encosto para cabeça e presentes comemorativos para passageiros que voam no avião do Pikachu.

A ANA também receberá passageiros com música de bordo que traz o mundo Pokémon à vida.

“Como parte de unir o mundo em maravilha, a ANA está comprometida em criar experiências únicas e memoráveis para nossos passageiros, e o voo inaugural Pikachu Jet NH é um testemunho a esse compromisso de explorar possibilidade sem fim”, disse Junko Yazawa, vice-presidente executivo da ANA.

A aeronave Pikachu Jet NH destaca uma customização institucional para a ANA, em que o elevadíssimo Pokémon Rayquaza é representando por toda a fuselagem para criar um efeito vívido.

Charizard, Latias, Latios, Vivillon e outros Pokémons voadores de todo o mundo Pokémon se movem juntos com o Pikachu em direção aos raios brilhantes de esperança e possibilidades sem fim de um mundo interconectado.

Fonte: Japan Today

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

‘Seu João’ recebe homenagem póstuma em Hamamatsu

Publicado em 8 de maio de 2023, em Comunidade

Ele foi um importante elo entre os japoneses e brasileiros em Hamamatsu, por isso, em sua memória foi empinada uma pipa.

A brasileira Ilma e seus familiares em frente à pipa, antes do lançamento em homenagem póstuma ao ‘seu João’ (Shizuoka Shimbun)

“Acho que ele está assistindo ao Festival de Hamamatsu do céu. Ele gostava de ver as pessoas reunidas”, disse a brasileira Ilma Masae Nakashima, 52, na sexta-feira (5), que participa desse evento com sua família há muitos anos. Suas palavras foram dirigidas ao ‘seu João’, cujo nome é Toshiei Masuko, fundador da Servitu.

Publicidade

Uma pipa foi lançada ao céu, como homenagem póstuma a ele, que faleceu em fevereiro deste ano com 72 anos, lembrando que foi uma ponte entre os japoneses e brasileiros da cidade de Hamamatsu (Shizuoka). 

“Ajudou tantas pessoas, espero que esteja descansando em paz”, disse ela, expressando sua gratidão a Masuko.

Ilma contou que é de São Paulo e veio ao Japão em 1991. Sua amizade com ‘seu João’ era de mais de 20 anos, pois era cliente da Servitu, em Naka-ku Sunayama-cho.

Contou que quando o Japão entrou em crise por causa do choque do Lehman Brothers  em 2008, viu o ‘seu João’ ajudando as pessoas servindo refeições, tanto para os brasileiros quanto aos japoneses.

“Ele sempre me dizia para cuidar da saúde”, relembra. Ao saber da notícia de sua morte, Ilma contou que “foi como se tivesse perdido um parente, fiquei muito triste”.

Desde que sua filha mais velha nasceu participa do festival, há mais de 20 anos. Nesse dia estava com ela e o neto para verem a pipa gigante subir, mesmo difícil de empiná-la por causa do vento fraco. 

De acordo com Yasunari Shiga, 59, diretor do Suna-gumi, associação dos moradores de Sunayama-cho, onde ficava a Servitu antigamente, já participou de uma roda de samba. “Não conhecia muito bem, mas tive a impressão de que era um lugar onde os brasileiros se reuniam”.

A cidade de Hamamatsu tem cerca de 10 mil brasileiros residentes. “Algumas pessoas acham o som da trombeta assustador, mas ao participarem do festival, se tornam parte da comunidade local, o que leva a um entendimento mútuo”, disse um funcionário da Hamamatsu International Exchange Association (HICE).

Fonte: Shizuoka Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!