OMS declara que covid-19 não é mais uma emergência global

A OMS disse que, embora a fase de emergência tenha acabado, a pandemia ainda não chegou ao fim, citando aumentos em casos do Sudeste Asiático e Oriente Médio.

O chefe da OMS, Tedros Adhanom Gebreyesus, em reunião com a mídia onde ele declara fim da Covid como emergência de saúde global em 5 de maio de 2023 (YouTube/World Health Organization)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta sexta-feira (5) que a covid-19 não se qualifica mais como uma emergência global, marcando um fim simbólico para a devastadora pandemia de coronavírus que causou lockdowns uma vez impensáveis, destruiu economias no mundo e matou pelo menos 7 milhões de pessoas.

Publicidade

A OMS disse que, embora a fase de emergência tenha acabado, a pandemia ainda não chegou ao fim, citando aumentos recentes em casos do Sudeste Asiático e Oriente Médio.

A agência das Nações Unidas diz que milhares de pessoas ainda estão morrendo em decorrência do vírus a cada semana.

“É com grande prazer que eu declaro o fim da covid-19 como emergência de saúde global”, disse o diretor da OMS, Tedros Adhanom Gebreyesus. “Isso não significa que a covid-19 acabou como ameaça de saúde global”.

Quando a agência de saúde das Nações Unidas declarou pela primeira vez o coronavírus como crise internacional em 30 de janeiro de 2020, ela ainda não havia nomeado a covid-19 e grandes surtos além da China ainda não haviam sido registrados.

Mais de 3 anos depois, o vírus infectou um número estimado de 764 milhões de pessoas e cerca de 5 bilhões receberam pelo menos uma dose de vacina contra coronavírus.

Fonte: Mainichi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Forte terremoto em Ishikawa deixa feridos

Publicado em 5 de maio de 2023, em Sociedade

O forte tremor abalou a província de Ishikawa e áreas ao redor na tarde desta sexta-feira (5), deixando pelo menos 3 pessoas feridas.

Casa que desabou por causa do terremoto em Ishikawa nesta sexta-feira, 5 de maio de 2023 (NHK)

Um forte terremoto de magnitude estimada em 6,3 graus na escala Richter abalou a província de Ishikawa e áreas ao redor na tarde desta sexta-feira (5), deixando pelo menos 3 pessoas feridas, incluindo uma em estado de parada cardiorrespiratória.

Publicidade

O terremoto, que ocorreu por volta das 14h42 a uma profundidade de 12Km na região Noto de Ishikawa, mediu 6­+, o segundo nível mais alto na escala de intensidade sísmica japonesa, na cidade de Suzu, e 5+, o quarto nível mais alto, em Noto, de acordo com a Agência de Meteorologia do Japão.

O governo estabeleceu uma força-tarefa no centro de gestão de crise do escritório do primeiro-ministro logo após o tremor.

De acordo com autoridades do corpo de bombeiros local, em Suzu, um homem sofreu parada cardiorrespiratória após cair de uma escada, enquanto outros dois caíram e ficaram feridos.

Além disso, três construções desabaram e uma operação de resgate está em curso para encontrar duas pessoas que estão soterradas.

O departamento da polícia provincial de Ishikawa disse que recebeu um relato sobre uma pessoa que ficou presa entre móveis.

Atualização à 19h12

O homem em Suzu que caiu da escada e sofreu parada cardiorrespiratória teve a morte confirmada.

A AMJ alerta que pode haver outro forte terremoto nos próximos dias.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Nihongo - Estude em casa com o Kumon!
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Empregos para estrangeiros no Japão UT Suri-emu
Bell Mart - Produtos brasileiros no Japão