Dois indonésios morrem após cair do andaime, em locais distintos

Os dois acidentes de trabalho ocorreram durante a desmontagem dos andaimes, em duas cidades distintas.

Andaimes em um prédio na cidade de Toyama, local do acidente fatal (Tulip TV)

Segundo informações da polícia, por volta das 14h30 de quarta-feira (29), ocorreu a queda de um trabalhador em um canteiro de obras da construção de um prédio de apartamentos em Kaida 4-chome, cidade de Nagaokakyo (Quioto).

Publicidade

Foi identificado como indonésio, 20 anos, residente em Yodogawa-ku, cidade de Osaka (província homônima). Ele morreu no hospital para onde foi transportado, pois sofreu lesões graves pela queda de um andaime do 10.º andar, cerca de 27 metros de altura.

A polícia de Quioto informou que ele estava desmontando o andaime quando caiu.

Outro acidente fatal com indonésio 

Por volta das 13h de terça-feira (28), um trabalhador caiu durante a desmontagem de andaimes no canteiro de obras de uma empresa na cidade de Toyama (província homônima), de cerca de 12 metros de altura.

Ele foi levado ao hospital, onde a morte foi confirmada. Foi identificado como アンドリ, 25, estagiário técnico indonésio

Segundo a polícia, 5 pessoas trabalhavam na desmontagem dos andaimes e o indonésio usava capacete e cinto de segurança. Por isso, foi feita investigação detalhada para saber a causa do acidente fatal.

Fontes: Kyoto Shimbun e Tulip TV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Chinesa BYD ultrapassa Nissan em vendas mensais globais de veículos

Publicado em 30 de novembro de 2023, em Ásia

Essa é a primeira vez que a BYD ofusca a Nissan em vendas mensais.

O Seagull da BYD foi o segundo veículo elétrico mais vendido no mundo em outubro (Wikimedia Commons/JustAnotherCarDesigner)

A montadora de veículos elétricos chinesa BYD (Build Your Dreams) ultrapassou a Nissan Motor em volume de vendas mensais globais no mês de outubro. Essa é a primeira vez que a BYD ofusca a Nissan em vendas mensais.

Publicidade

As vendas da BYD cresceram 39% ante o ano anterior totalizando 301.833 unidades, ultrapassando os 5% de ganhos da Nissan com 279.102 veículos.

Enquanto a China conte por cerca de 30% das vendas globais da Nissan, o volume de vendas da montadora japonesa no país em outubro não alcançou números de anos anteriores.

A Nissan lançou os elétricos Ariya e Sylphy no mercado chinês, mas a competição com fabricantes locais levou a companhia japonesa a ter um desempenho abaixo do esperado.

Em contraste, o Seagull da BYD, que tem uma faixa de preços mais baixa, foi o segundo veículo elétrico (VE) mais vendido no mundo em outubro atrás do Model Y da Tesla, de acordo com a empresa de pesquisa MarkLines.

A competição de custos é uma arma poderosa no arsenal da BYD. Baterias, motores e outros componentes fundamentais para veículos elétricos (VEs) são de fabricação nacional, o que reduz os gastos e acelera o desenvolvimento.

A companhia chinesa está embarcando em uma expansão mundial, estabilizando uma base no Sudeste Asiático onde automóveis japoneses desfrutam de altas participações no mercado.

As vendas do veículo elétrico compacto Dolphin foram fortes na Tailândia e Brasil”, disse um representante da subsidiária japonesa da BYD ao site Asia Nikkei.

A BYD está determinada a expandir sua base no Japão também, onde montadora nacionais comandam uma participação de mercado de 80%.

A companhia chinesa começou a vender um SUV (veículo esportivo utilitário) todo elétrico no Japão em janeiro deste ano e planeja formar uma rede de 100 concessionárias no arquipélago.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!