Empresa japonesa apresenta novo smartphone que pode ser lavado

A nova geração do smartphone lavável estará disponível a partir de março no Japão. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O smartphone rafre KYV40 da Kyocera

O presidente da Kyocera, Goro Yamaguchi, anunciou na quinta-feira (26) o lançamento do novo smartphone rafre para a provedora de serviços au – KDDI Corporation. O produto é um sucessor do original DIGNO rafre, que foi lançado em 2015 como o primeiro smartphone lavável com sabonete líquido.

Publicidade

O modelo da segunda geração tem resistência à espuma de sabonete líquido para as mãos e corporal. O produto estará disponível a partir de março no mercado japonês e será oferecido em 3 cores: rosa, branco e azul.

O smartphone estará disponível nas cores rosa, branco e azul

Como seu predecessor, o novo rafre destaca resistência à água quente e tem uma tela de toque que pode ser usada mesmo quando as mãos do usuário estão molhadas ou quando está usando luvas.

Além disso, o novo aparelho está equipado com um aplicativo culinário que permite aos usuários navegarem por receitas, ajustarem o tempo e atenderem ligações através de gestos manuais sem ter que tocar na tela, permitindo o uso do smartphone enquanto suas mãos estão cobertas por ingredientes.

https://www.youtube.com/watch?v=ylZgmWdhR3s

Além disso, o novo smartphone lavável está equipado com uma câmera de 13 megapixels e bateria de alta capacidade.

Fonte e imagem: Kyocera

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Declaração de imposto de renda 2017 (Kakutei Shinkoku)

Publicado em 31 de janeiro de 2017, em Sociedade

Kakutei Shinkoku (確定申告): está chegando a época de fazer a Declaração de Imposto de Renda do ano fiscal de 2016, com acréscimo do My Number.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Publicidade

A declaração do imposto de renda anual é importante para o cidadão informar corretamente a sua renda anual e gastos com dependentes. Os impostos ao cidadão no Japão são calculados conforme os valores informados na declaração (juminzei, por exemplo). Para quem trabalha em empresas que faz o nenmatsu chosei 年末調整 (ajuste de fim de ano), não é necessário fazer o kakutei shinkoku a não ser que precise acrescentar informações (renda extra, dependentes, etc.).

Este ano (2017) há obrigatoriedade de informar o número do cartão My Number no campo específico (個人番号 kojin bango), o qual fica na parte superior e também apresentá-lo junto como documento de identificação. Para quem ainda não foi buscar o My Number, pode escrever o número cedido no provisório e apresentar um documento pessoal como carta de motorista ou carteira do seguro saúde. No caso dos dependentes, também será necessário anotar o My Number, mas não será preciso apresentar os respectivos documentos pessoais.

O período de declaração deste ano vai até 15 de março, e quem desejar fazer a declaração ou ajuste do imposto sobre renda, deve se apresentar aos postos de atendimento montados nesta época especialmente para atender a população. Para as pessoas que são autônomas, o prazo final é 31 de março. Dependendo da cidade há tradutores disponíveis.

Quem deve fazer a declaração (kakutei shinkoku)

  • Assalariados que não fizeram ajuste de fim de ano
  • Autônomos (declaração da renda e das despesas)
  • Quem deseja fazer alteração de valores (mais de uma fonte de renda)
  • Quem deseja fazer alteração no conteúdo das deduções (dependentes)

Documentos necessários

  1. Gensen choshuhyo – Fornecido pela empresa contratante
  2. Zairyu Card (antigo registro de estrangeiro) ou outro documento de identificação pessoal
  3. Certidões de casamento e nascimento (para caso de dependentes)
  4. Caderneta do banco (para crédito de devoluções, se houver)
  5. Carimbo pessoal (inkan)
  6. Comprovante de remessas ao exterior (se houver)

Fique atento aos casos abaixo

  • Para quem construiu casa própria, há redução do imposto sobre salário (shotokuzei) até um valor limite, mas são necessários vários documentos, procure informações detalhadas com especialistas.
  • É possível declarar as despesas com gastos médicos, as quais no cálculo. Declara-se o valor total, mas por prevenção é interessante levar os recibos e notas.
  • Para quem tem domínio do idioma japonês pode fazer a declaração do imposto de renda online (e-Tax).

Vale lembrar que os impostos ao cidadão são calculados tendo como base as declarações de imposto sobre a renda, por isso é importante para aqueles que têm deduções fazerem a declaração corretamente.

As prefeituras oferecem informações sobre os locais em que são montados postos temporários de atendimento, com suporte de funcionários.

Para mais informações em japonês, acesse ao site do governo, onde há explicação em vídeo, além dos formulários em PDF para serem baixados (tudo em japonês): https://www.nta.go.jp/tetsuzuki/shinkoku/shotoku/tokushu/yoshiki.htm

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência