Província no norte do Japão em alerta após mulher ser morta por urso

Akita (norte do Japão) está em alerta após uma mulher ser morta por um urso. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Policiais colocam uma placa de entrada proibida no pé da montanha na cidade de Senboku, província de Akita, no sábado (Kyodo)

A província de Akita está intensificando a vigilância sobre ursos após uma mulher ter sido morta no último final de semana.

Publicidade

Masako Oishi, de 61 anos, que trabalhava como assistente de enfermagem na cidade de Senboku, foi encontrada morta em uma área montanhosa logo depois do meio-dia de sábado (27). Ela estava colhendo brotos de bambu, uma iguaria sazonal, junto com uma conhecida.

Por volta das 8h30, a colega da vítima retornou ao estacionamento localizado no pé da montanha, mas Oishi não voltou, de acordo com a polícia. Ela foi encontrada posteriormente com vários ferimentos no corpo, incluindo a cabeça, ombros e braços, levando a polícia a acreditar que ela foi atacada por um urso.

Na cidade vizinha de Kazuka, 4 pessoas foram mortas por ursos-negros-asiáticos no ano passado enquanto colhiam vegetais silvestres.

A província de Akita realizou uma reunião de emergência no domingo (28) pedindo aos moradores locais que fiquem atentos à presença de ursos jovens e agressivos. A polícia e a cidade de Senboku proibiram o acesso em alguns locais montanhosos da cidade e intensificou a patrulha nas áreas.

“A colheita de vegetais silvestres tem sido parte da cultura local e é difícil limitar o acesso a todas as áreas montanhosas”, disse Takehiko Takamatsu, funcionário da província responsável pela conservação da natureza. “Mas continuaremos a convencer os residentes locais dos perigos de ataques de ursos”.

Fonte e imagem: Japan Times

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Empregos no Japão: melhor nível em mais de 4 décadas

Publicado em 31 de maio de 2017, em Economia

Maior disponibilidade de empregos no Japão em 4 décadas. Transporte, serviços postais e construção lideram contratações. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Segundo o ministério, 148 vagas estavam disponíveis para cada 100 candidatos em busca de emprego (imagem ilustrativa)

A disponibilidade de trabalho no Japão atingiu o seu melhor nível em mais de 4 décadas, segundo informações divulgadas pelo governo na terça-feira (30), um sinal revigorado de que as empresas estão cada vez mais competindo para contratar trabalhadores em meio a uma escassez de mão de obra.

Publicidade

O mercado de trabalho do país está apertado nos meses recentes enquanto a economia continua se recuperando moderadamente. Entretanto, os salários não tiveram muitos aumentos e o consumo privado, um componente fundamental da economia, permanece lento.

A proporção de ofertas de trabalho aos candidatos foi de 1.48 em abril, aumento de 1.43 em março, o melhor nível desde fevereiro de 1974, que chegou a 1.53, de acordo como o Ministério do Trabalho. Isso significa que 148 vagas estavam disponíveis para cada 100 candidatos em busca de emprego.

Segundo o Ministério de Assuntos Internos e Comunicação, a taxa de desemprego ficou inalterada, a 2.8 por cento no mês de abril em relação ao mês anterior, ficando abaixo da marca dos 3 por cento.

Os gastos do consumidor em abril, no entanto, caíram 1.4 por cento em relação ao ano anterior, para 295.929 ienes, queda pelo 14º mês consecutivo, a faixa de perda mais longa desde o período entre março de 2008 e abril de 2009.

Ofertas de emprego vêm aumentando em setores como os de transporte, serviços postais e construção

Dados recentes mostraram que a economia japonesa registrou seu 5º trimestre consecutivo de expansão nos primeiros 3 meses de 2017, a faixa mais longa de crescimento desde 2006.

Com o envelhecimento populacional, o Japão precisa resolver a questão da escassez de mão de obra. O governo do primeiro-ministro Shinzo Abe vem buscando encorajar mais mulheres a participarem da força de trabalho e aumentar a produtividade através de reformas trabalhistas.

“Novas ofertas de emprego vêm aumentando em setores como os de transporte, serviços postais, indústria e construção e dados confirmam que o mercado de trabalho continua apertado”, disse Miyuki Kiso, economista de mercado no Mizuho Securities Co.

O Japão tinha 65.22 milhões de trabalhadores em abril, enquanto o número de desempregados foi de 1.86 milhão.

Fonte: Mainichi
Imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância