31 mortes por insolação registradas em julho

Aumento de 8 mil pessoas atendidas nos hospitais por insolação no mês de julho, em relação ao ano anterior, ultrapassando 25 mil pacientes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Número recorde de atendimentos por insolação no mês de julho, socorridos em todo o país (Flickr)

A Agência de Gestão de Incêndios e Desastres, ligada ao Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações, divulgou os dados das pessoas socorridas por insolação. Os dados foram coletados em todo o país, no mês de julho. Foram atendidas 26.702 pessoas, o que significa 8.031 a mais do que no mesmo mês do ano anterior. Esses dados começaram a ser coletados em 2008 e os números de julho são os maiores desde então.

Publicidade

O número de mortes em decorrência da insolação, em 22 províncias, como em Okayama ou Hokkaido, foi de 31 pessoas.

Pacientes em estado grave que precisaram ficar mais de 3 semanas no hospital somaram 607. Foram 9.039 pacientes com curto período de internação. Como sempre, os idosos são os mais atingidos pela insolação. Em julho, 50% dos pacientes têm idade superior a 65 anos.

Na contagem a cada 100 mil pessoas, os maiores índices foram registrados em Kagoshima, com 45,02; seguida de Saga, com 38,78 e em terceiro Kumamoto com 38,35.

Insolação: medidas preventivas para evitá-la

Uma das causas para esse grande número de pessoas afetadas pode ter sido a massa de ar quente que fluiu nas regiões norte e oeste do país, no mês passado. Com isso, a temperatura se elevou, mantendo-se alta por vários dias.

Em Okinawa e toda a parte oeste do país ainda deverão ter dias com temperaturas elevadas. A agência recomenda as medidas preventivas como descanso em local fresco e hidratação adequada.

Fonte: Sankei News
Foto: Flickr

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mais um iraniano é preso em flagrante com drogas

Publicado em 22 de agosto de 2017, em Sociedade

A polícia anunciou a prisão de mais um iraniano, desta vez em Nagoia, por venda de drogas. Além dessa prisão, usuários de droga têm sido levados pelos policiais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Drogas, dinheiro e objetos pessoais apreendidos em decorrência da prisão do iraniano (Polícia via CBC TV)

Em 17 deste mês a polícia anunciou a prisão de um iraniano que vendia droga nas proximidades da estação de Komaki (Aichi). Desta vez, o anúncio foi de um outro, preso pela Polícia de Nakagawa, da cidade de Nagoia.

Publicidade

O iraniano foi identificado como Ashkal Ezhaji, 45 anos, residente em Ama (Aichi) e sem emprego formal.

A prisão foi pelo flagrante com 5,5 gramas de estimulante em um estacionamento no bairro de Moriyama, em Nagoia. Essa quantidade de droga é avaliada em 350 mil ienes, como preço final ao consumidor. A ocorrência foi em julho deste ano.

Usuários de drogas na mira da polícia

Depois, a Polícia de Nakagawa apreendeu outros tipos de drogas, 2 telefones celulares e seus pertences pessoais relacionados à venda.

“Eu tinha a mercadoria com a finalidade de venda”, teria dito o iraniano, segundo a polícia.

A Polícia da Província de Aichi tem efetuado prisões de pessoas flagradas com drogas e também de quem vende, como ocorreu em Komaki. No período de menos de uma semana, de 16 a 20, deste mês, foram levadas 12 pessoas para as delegacias, principalmente de Nagoia.

Fontes e foto: CBC TV e divulgação

Salvar

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância