Meteoro causa clarão e terremoto nos EUA

Um clarão foi observado de vários pontos dos EUA, seguido de terremoto de magnitude de 2 graus, em Michigan.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Clarão do meteoro foi visto por milhares de pessoas nos EUA (Twitter)

Um meteoro cruzou o céu noturno de Michigan e várias pessoas registram o clarão em vídeo e fotos nas redes sociais.

Publicidade

Ele explodiu na noite de terça-feira (16), por volta das 21h (horário local). Segundo informações do Serviço Geológico dos Estados Unidos-USG, isso foi a causa do terremoto de magnitude 2, próximo a Walled Lake, em Michigan.

Como o clarão assustou a população local por conta das inúmeras publicações nas redes sociais, algumas insinuando vinda de alienígenas, o serviço de emergência do condado de Ingham enviou mensagem de texto aos residentes. A mensagem explicou que um meteoro foi avistado e que não havia motivo para preocupação.

Também explicou que não existia indicação de ter caído no chão e provocado danos. Provavelmente o meteoro tenha se desintegrado na atmosfera, explicou.

Assista aos vídeos. 

Fontes: ANN, CBS News e USG
Foto: 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Bitcoins: queda repentina desvaloriza em 50% preço de bitcoins

Publicado em 18 de janeiro de 2018, em Economia

Diversas criptomoedas sofreram queda brusca, inclusive a Bitcoin, que ficou abaixo dos US$10.000 (aprox. ¥1.1 milhão). Veja mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Segundo o bitFlyer, maior local de câmbio de moedas virtuais no Japão, os pedidos de venda de bitcoins inflaram o mercado nesta quarta-feira (17) e, por volta das 7h30 do mesmo dia, o valor de uma bitcoin desceu para a casa dos ¥1,02 milhões, cerca de ¥600.000 mais barato do que o dia anterior. Após o evento, investidores entraram com pedidos de compra, criando uma flutuação no mercado.

Publicidade

Segundo o site Market Cap, a capitalização de mercado das criptomoedas ultrapassou os US$831 bilhões (cerca de ¥90 trilhões). Na quinta-feira este valor caiu para US$500 bilhões (aprox. ¥55 trilhões). Ainda não se sabe ao certo quantas criptomoedas os investidores japoneses possuem, mas cerca de 40% das transações foram feitas em iene.

O motivo da queda repentina foram os movimentos de proibição ou intensificação da fiscalização por alguns países. Na Coreia do Sul, autoridades do governo informaram que estabeleceriam uma supervisão para criptomoedas rígidas.

Na segunda-feira (15), Joachim Wuermeling, diretor do Deutsche Bundesbank, banco central da República Federal da Alemanha, argumentou que as critptomoedas deveriam ser fiscalizadas mundialmente.

Além da bitcoin, outras moedas como a Ethereum e Bitcoin Cash também registraram queda.

“(A Bitcoin) Reagiu sensivelmente aos movimentos para intensificação da fiscalização, mesmo com aumentos anormais nos investimentos especulativos. Ao contrário das ações, que se apoiam nos valores das empresas, as criptomoedas não possuem um valor apropriado, e agora foi mostrado o quanto podem desvalorizar em épocas de queda”, analisam especialistas japoneses.

“Espera-se entrada em transações pelos investidores institucionais”, disse Utako Kojima, da Horizon Kinetics. Contudo, as flutuações do mercado continuam instáveis e, na madrugada de quinta-feira (18), foram registradas quedas momentâneas para US$9.500.

Fonte: NHK News e Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância