Incêndio destrói indústria de Gunma

O fogo levou 4 horas para ser contido e queimou toda a fábrica de processamento de materiais plásticos, sem vítimas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Incêndio levanta gigantesca fumaça e interrompe a rodovia 354 (ANN)

Pouco antes das 13h de terça-feira (20), um funcionário da indústria chamou pelo socorro ligando para o 119.

Publicidade

O incêndio ocorreu por volta de 12h50 em uma indústria de processamento de plásticos, em Itakura-cho (Gunma). Os funcionários foram evacuados, por isso não teve vítimas.

Acredita-se que o fogo tenha começado do lado de fora, a partir de uma pilha de estoque sobre uma base de plástico. As chamas passaram para os prédios da indústria, queimando 3 unidades mais o escritório.

Levantou-se uma grande fumaça negra e o fogo levou cerca de 4 horas para ser contido.

Por conta do incêndio a rodovia 354, próxima ao local, ficou interrompida para o tráfego a partir das 13h30.

Policiais de Tatebayashi investigam a causa do incêndio.

Fontes: Sankei e ANN
Fotos: ANN 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Sul-coreanas são pegas no Aeroporto Chubu Centrair com ouro escondido no reto

Publicado em 21 de fevereiro de 2018, em Sociedade

Cada mulher havia escondido entre cinco a oito itens pesando cerca de 200 gramas cada.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Cada mulher havia escondido entre cinco a oito itens pesando cerca de 200 gramas cada (ANN/reprodução)

Sete mulheres sul-coreanas tentaram contrabandear blocos de ouro ao Japão no final de janeiro ao escondê-los em suas cavidades retais, de acordo com fontes da indústria da aviação.

Publicidade

As mulheres, de 50 a 60 anos, partiram do Aeroporto Internacional de Incheon, na Coreia do Sul, com destino ao Chubu Centrair, na província de Aichi, tentando se passar por turistas que participavam de uma excursão, antes de serem pegas no detector de metais.

Os objetos eram blocos de ouro arredondados dentro de plásticos transparentes. Cada mulher havia escondido entre cinco a oito itens pesando cerca de 200 gramas cada, os quais foram confiscados por oficiais da alfândega.

As mulheres seriam multadas por contrabando e por evitar pagar o imposto sobre consumo sobre produtos importados. O ouro será devolvido se elas pagarem as multas e impostos.

De acordo com a Alfândega e Departamento de Tarifas do Ministério das Finanças, o contrabando de ouro cresceu de forma acentuada desde 2014, quando o imposto sobre consumo aumentou de 5% para 8%.

Incidências de contrabando de ouro e evasão de impostos em toda a nação aumentaram no ano entre julho de 2016 e junho de 2017 aos seus níveis mais altos nos últimos anos.

Fonte: Asahi, Kyodo
Imagem: ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância