Como reduzir o lixo da cozinha

O chamado ‘nama gomi’ é composto basicamente do que sai da cozinha. Saiba quais são esses itens e o que fazer para redução do lixo combustível.

Usar os 3R para gerenciar os alimentos e evitar descartar no lixo (Pixabay)

Com tanta quantidade de lixo eliminado diariamente, o que pode ser feito para reduzir e ser mais ecologicamente correto?

Publicidade

A primeira coisa a pensar é o que é o lixo considerado queimável no Japão. Isso depende de cada prefeitura, mas em geral são restos de alimentos e comida, papéis picados, fraldas, absorventes e vestuário. O restante tem que ser classificado e descartado separadamente.

A verdade é que a população japonesa vem reduzindo a quantidade anual por pessoa. Em 2004 eram 935 gramas por dia e por pessoa, enquanto em 2015 essa quantidade caiu para 750g. Ainda assim, cada um descarta quase 300Kg de lixo queimável por ano.

Uma das boas práticas a ter em mente é a ferramenta 3R – reduzir, reusar e reciclar.

Redução do lixo e os 3R no cotidiano 

Reduzir o descarte requer mudança de hábitos. Uma das formas de fazer isso é comprar menos. Ou seja, comprar somente os alimentos que, de fato, irá usar para o preparo das refeições. Boa parte do lixo doméstico é de cascas de verduras, legumes e frutas. Também do que fica inviável para utilizar, por esquecimento dentro da geladeira. Ou, porque se tem o hábito de jogar alimentos preparados.

Estatística da prefeitura de Quioto mostra que 10% do lixo descartado é de cascas dos vegetais, 15% dos talos e folhas e 5% dos restos de comida. Ao fazer uma revisão, 30% poderia ser reaproveitado na sua mesa. Assim, contribui para a redução do CO2 do Planeta. 

Em geral, nas sacolas de lixo, mais da metade é água que vai junto com os alimentos descartados. Por isso, é importante descartar depois de cortar a água.

Que tal renovar o hábito e comer tudo o que é preparado? Se sobrar, crie uma nova receita ou congele.

Outra atitude é reusar. Também requer mudança de paradigmas. Descascou as batatas e joga as cascas fora? Descarta a casca do abacaxi? Não. Elas podem ser reaproveitadas. Se fizer uma busca na internet encontrará várias formas de reaproveitar tudo isso. Tem receitas de molhos, fritas ou sucos deliciosos.

Sobras de vegetais podem se transformar em sauté ou ensopado (Flickr e Wikimedia)

Uma das dicas é criar o dia do checking da geladeira, uma vez por semana. Por exemplo, todo sábado pela manhã, verificar se não tem verduras ou frutas murchando e logo pensar em uma receita para elas. O mesmo vale para a despensa. Verificar a se não tem enlatados e produtos alimentícios secos com prazo de vencimento apertado.

O papel alumínio usado uma vez, pode se transformar em uma bola para afiar tesoura e alicates de cutícula.

Outra forma de reusar é produzir compostagem. Com o obtido pode plantar ervas para o seu tempero, folhas como alface e também cultivar flores. Tudo orgânico! Há baldes para compostagem caseira (コンポスター) e até equipamentos elétricos. Os preços variam de 3 mil a 90 mil ienes.

Compostagem para a reutilização do que seria descartado ajuda na horta orgânica

Reciclar para evitar gerar lixo

Muitos itens que iriam direto para o descarte podem ser reciclados. Por exemplo, as roupas de cama, mesa e banho. Podem ser cortadas e servir como panos de limpeza. Há cidades que costumam recolher essas peças, pois elas vão para a reciclagem para se transformarem em panos para as indústrias diversas, para limpeza do óleo, graxa, etc.

As roupas do vestuário podem ser doadas se estiverem em bom estado. Outra forma é levá-las para um brechó ou doar entre as amigas, especialmente as de crianças.

Só descarte aquelas que já estão surradas e não servem para outra pessoa. Ainda assim, dependendo do tecido pode ser cortada e usada para limpar o chão antes de ir para o lixo.

Os alimentos também podem ser reciclados. Se perceber que as frutas estão murchando, a dica é preparar uma geleia. Se sobrar um picadinho, use-o em outro prato. Se sobrar batatas e cenouras separadas para salada, faça um sauté. 

Há muitos brechós nas cidades japonesas (Flickr)

Fontes: governo e Dole
Fotos: Pixabay, Prov. Okinawa e Flickr

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Terremoto de intensidade 5 forte

Publicado em 9 de abril de 2018, em Avisos de Emergência

Forte terremoto em Shimane, de intensidade 5 forte. Na cidade de Izumo, intensidade 5 fraca. Atingiu províncias vizinhas.

Publicidade

Um forte terremoto abalou ampla área do norte de Shimane. Segundo a Agência de Meteorologia do Japão a intensidade no epicentro foi de 5 forte, à 1h32 desta segunda-feira (9), com 10Km de profundidade. A cidade com intensidade 5 forte foi Oda.

As cidade de Izumo, Kawamoto-cho e Yunnan tiveram abalo de intensidade 5 fraca.

Intensidade 4: Yonago, Sakai Minato, Tottori Hino-cho, Matsue, Hamada, Matsuda, Hamada, Gotsu, Oku Izumo-cho e outras cidades de outras províncias como Hiroshima e Tottori.

De acordo com a AMJ a magnitude do terremoto foi estimada em 4,4.

Na sequência, mais um abalo sísmico de magnitude 4,4, ocorreu no mesmo local, à 1h43.

O terceiro tremor foi registrado à 1h48, com epicentro na cidade de Oda (Shimane), de intensidade 2.

Um quarto abalo, de intensidade 1 e magnitude 3,3 ocorreu novamente na cidade de Oda.

Não há risco de tsunami em decorrência dos abalos, segundo a AMJ.

Fonte e foto: AMJ

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!