Fãs da Hello Kitty têm mais uma opção de lazer

Um novo complexo gastronômico e de lazer foi inaugurado para os fãs da Hello Kitty, a gatinha mais querida do Japão. Assista ao vídeo e se encante!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Inauguração da Hello Kitty Smile (Asahi)

O novíssimo local foi batizado de Hello Kitty Smile. É um grande complexo gourmet com o que há de mais refinado em pescados e frutos do mar. Na fachada toda branca o visitante pode ver uma gatinha gigante desejando boas-vindas, em Awajishima (Hyogo).Os pratos gastronômicos são assinados por 2 chefs renomados. Um deles é o japonês Haruyuki Yamashita e outro é de Hong Kong, Chow Cheng Win. Ambos são premiados internacionalmente e juntos oferecem o que há de supremo da cozinha oriental.

Publicidade

Com duas palavras-chave – bio e orgânico – oferecem a tradicional gastronomia chinesa com toque japonês. Usam ingredientes premium como barbatana de tubarão e abalone, além do frescor dos pescados locais.

O bufê com bebidas e uma variedade de mais de 30 pratos é servido das 11h às 19h, no primeiro piso. Custa 3,5 mil ienes mais imposto. Crianças até 3 anos não pagam, de 4 a 12 anos pagam meia tarifa e a partir dos 13 anos, pagam como adulto.

No segundo andar os visitantes podem se servir da gastronomia requintada. Os courses custam 5,5 mil ou 7,5 mil ienes. Os horários são das 11h30 às 15h para o almoço e o jantar das 18h às 21h, com o último pedido às 20h.

Para quem deseja realizar uma festa pode alugar o espaço. Tem 78 lugares e escolhe uma das 3 sugestões de courses, com preços que variam de 2,4 a 4,2 mil ienes por pessoa.

Teatro Hello Kitty

A loja da gatinha fica aberta das 11h às 19h e dispõe de acessórios, bolsas e outras peças para as fãs. Muitos dos ítens são exclusivos de Awajishima.

Para se encantar ainda mais com o mundo Hello Kitty, o teatro é dentro da gatinha gigante e oferece 5 minutos de sonhos, com projeção mapeada.

Mas também tem um caleidoscópio gigante com 3 metros para se deliciar com as imagens. A entrada no teatro custa 1,5 mil ienes.

O local é indicado para visitas em casal, família, marcar casamentos e festas.

Hello Kitty Smile

Assista ao vídeo e veja como é o local.

Fontes e fotos: Sankei, Asahi e divulgação 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

No Japão também há funeral tradicional para cães robôs

Publicado em 28 de abril de 2018, em Curiosidades

Funeral tradicional foi realizado para 114 gerações antigas dos cães robôs AIBO da Sony em templo Budista.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Um antigo AIBO (Wikimedia/Sven Volkens)

Os cães robôs alinhados em dezenas na quinta-feira (26) no Japão não eram exibição de uma feira tecnológica. Eles eram os estimados que partiam, sendo homenageados com seu próprio “funeral’ tradicional.

Publicidade

Em alguns aspectos, foi um funeral como qualquer outro no Japão, com fumaça de incenso se espalhando enquanto o sacerdote entoava o sutra, orando pela transição de paz das almas daqueles que partiam.

Contudo, os que partiam eram 114 das gerações antigas dos cães robôs AIBO da Sony, cada um com uma etiqueta para mostrar de onde eles vieram e a qual família pertenciam.

A empresa A FUN, que é especializada em consertar produtos vintage, já fez a despedida de cerca de 800 AIBOs dessa maneira em um templo budista secular.

Com a produção do AIBO interrompida, os proprietários de cães robôs antigos ou “mortos” geralmente os enviam à empresa, a única maneira que ela pode obter peças genuínas para usar em reparos.

Cães robôs enfileirados para suas despedidas (AFP via Japan Today)

Os cães extintos servem como o equivalente de doadores de órgãos para robôs com defeito, mas antes de serem colocados para uso, a empresa os homenageia com uma despedida tradicional.

A Sony lançou a primeira geração do AIBO em junho de 1999, com um lote inicial de três mil unidades se esgotando em somente 20 minutos, apesar do preço elevado de 250 mil ienes (mais de $2.000).

Nos anos seguintes, mais de 150 mil unidades foram vendidas, variando de versões metálicas àquelas com faces arredondadas.

Até 2006, no entanto, o negócio da Sony estava enfrentando problemas e o AIBO, um luxo caro e fútil, teve que ir.

A empresa manteve a AIBO Clinic aberta até março de 2014, mas então disse aos donos dedicados e amorosos que eles teriam que cuidar de seus cães por conta própria.

Donos desesperados tiveram que se voltar à A FUN, que tira partido de conhecimento de antigos engenheiros da Sony, para fazer reparos.

Em janeiro, a Sony lançou uma nova versão de seu cão robô AIBO, com inteligência artificial e conexão à internet, mas não retomou reparos de modelos antigos.

Fonte: Japan Today, AFP
Imagem: AFP, Wikimedia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância