Mão de obra valiosa em Shiga, incluindo a brasileira

As indústrias dependem da mão de obra estrangeira, incluindo a brasileira. “É uma força valiosa, sem ela não se mantém uma indústria”, diz gerente de Shiga.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mulheres brasileiras em uma indústria de Shiga (Mainichi)

O jornal Mainichi desta quinta-feira publicou uma extensa matéria sobre o pilar que sustenta a economia japonesa, composto dos recursos humanos estrangeiros. São essenciais para a indústria japonesa, também em Shiga.

Publicidade

O repórter visitou uma indústria de equipamentos elétricos na cidade de Konan (Shiga). Lá encontrou na linha de produção muitas mulheres brasileiras, cerca de 20, trabalhando em um ambiente sem graxas. “Apesar da característica alegre estão em silêncio”, diz a matéria. Mas isso tem uma explicação. Um cartaz indica “eu não converso durante o serviço”.

Cartaz com regras cumpridas pelas brasileiras (Mainichi)

Ricardo Noda, 45, é o nikkei brasileiro que coordena e verifica a atividade laboral. Também é intérprete e serve de exemplo para demonstrar como deve realizar as tarefas.

“Estrangeiros são forças valiosas, sem eles não mantemos uma indústria”, declarou o gerente industrial dessa planta para o jornal.

Segundo ele, nessa planta trabalham cerca de 300 empregados, dos quais 160 são estrangeiros, desde 15 anos atrás. 70% da mão de obra é feminina, tanto de brasileiras quanto de filipinas como haken shain. Mas também tem estagiários técnicos da Indonésia.

Os procedimentos são explicados e escritos em 3 idiomas: japonês, português e tagalog. Diferenças culturais dos países tiveram que ser superados por todos, inclusive pelo gerente industrial.

Para que os trabalhadores estrangeiros permaneçam no emprego realizam festas e bingos, com a presença dos familiares.

Em Nagahama (Shiga), o repórter encontrou uma indústria de processamento de metais, na cidade industrial, que conta com os estrangeiros. “O número absoluto de trabalhadores é insuficiente e o Japão precisa contar com estrangeiros para garantir o PIB atual”, declarou Kiyoshi Nishimura, Diretor de Desenvolvimento Técnico, 64 anos. A indústria emprega brasileiros através de empreiteira e estagiários técnicos vietnamitas, no total de 45 pessoas.

Fonte e foto: Mainichi 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Suspenso da atividade artística pelos atos obscenos com menor

Publicado em 26 de abril de 2018, em Entretenimento

Tatsuya Yamaguchi, cantor e ator, integrante do grupo Tokio, está suspenso da atividade artística depois que foi indiciado por atos obscenos com colegial e teve comerciais suspensos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Derramou lágrimas durante a coletiva de imprensa para se explicar sobre os atos obscenos em relação a uma colegial (Sankei)

Na coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (26), em Tóquio, foi anunciada a suspensão da sua atividade artística por tempo indefinido. Tatsuya Yamaguchi, 46, membro do grupo Tokio, apresentou-se cabisbaixo e pediu desculpas. Mostrou lágrimas na frente dos jornalistas. 

Publicidade

Ele foi indiciado sob suspeita de ter beijado à força uma estudante colegial. Alcoolizado teria tido atos obscenos, em fevereiro deste ano, no seu apartamento, na capital japonesa.

O caso veio à tona depois de uma denúncia da vítima. Eles se conheceram durante a gravação de um programa de tevê. Teriam trocado os números de telefone e o artista teria convidado a garota para ir até o seu apartamento, onde tudo aconteceu.

Com a notícia veiculada amplamente pela imprensa na quarta-feira, empresas que contrataram o artista como modelo para comerciais anunciaram a suspensão das peças publicitárias.

Ele foi garoto propaganda do veículo Solio da montadora Suzuki, a qual já retirou o vídeo do ar.

Em seguida, a gigante do setor de logística Yamato também substituiu o comercial nesta data.

O Departamento de Polícia Metropolitana disse que Yamaguchi assumiu parte da suspeita. Alega que estava alcoolizado e não se lembra de tudo, mas pode ter forçado o beijo.

A vítima teria registrado queixa na ocasião, mas parece ter retirado mais tarde. No entanto, ele foi indiciado pelo Departamento de Polícia Metropolitana.

Fontes: Sankei e ANN 
Foto: Sankei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância