Japão: desafio do apoio aos jovens para evitar suicídio

Apesar da queda no número de suicídios no ano anterior, o governo vê como desafio conter o suicídio entre os jovens, especialmente aos que se desabafam nas redes sociais.

Apesar da diminuição dos suicídios no Japão o governo quer conter e ajudar os jovens que se manifestam pelas redes sociais (NHK)

Nesta terça-feira (19) o governo anunciou as contramedidas em relação ao suicídio, de acordo com o programa definido no gabinete.

Publicidade

Ele salienta as medidas de apoio e prevenção especialmente aos jovens de até 20 anos. Em geral, eles desabafam e manifestam essa vontade nas redes sociais.

Segundo dados da Agência Nacional de Polícia, 21.321 pessoas tiraram a própria vida no ano passado. Foram 576 a menos que em 2016 e com decréscimo observado por 8 anos consecutivos.

Por outro lado, embora a taxa de mortalidade por suicídio esteja em declínio, a relacionada com pessoas com idade até 20 anos está praticamente estável desde 1998. No entanto, para o governo, o apoio a essas pessoas continua sendo um desafio.

O programa cita o caso de Zama (Kanagawa), no qual 9 corpos, todos de jovens, foram encontrados, assassinados por um homem que encontrou as vítimas através das redes sociais.

O governo informou que reforçou as medidas para apagar as mensagens referentes ao suicídio das redes sociais. Além disso, quer desenvolver um sistema onde essas pessoas possam se consultar e receber apoio.

Fonte e foto: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Don Quijote baterá meta de vendas de ¥1 trilhão antes do previsto

Publicado em 19 de junho de 2018, em Sociedade

A rede provou ser popular entre os consumidores japoneses e o crescente número de turistas que visitam o arquipélago.

Atualmente, a rede Don Quijote tem 416 lojas em todo o mundo

A rede de descontos Don Quijote Holdings espera bater sua meta de vendas de um trilhão de ienes (S$12.22 bilhões) no próximo ano financeiro, um ano antes do previsto, disse um executivo sênior na segunda-feira (18).

Publicidade

“Progredimos para onde podemos colocar (a meta) mais adiante”, disse Mitsuo Takahashi, diretor financeiro da Don Quijote, em uma entrevista à Reuters, salientando que a empresa espera ter 470 lojas em todo o mundo no ano financeiro que termina em junho de 2019. Atualmente a rede tem 416 filiais.

Atingir um trilhão de ienes em vendas impulsionaria a Donki, como é conhecida popularmente, nas posições das principais varejistas do Japão, como a progenitora da Uniqlo, a Fast Retailing, a operadora de lojas de conveniência Seven & i Holdings e a Yamada Denki de eletrônicos.

A Donki, a maior loja de descontos do Japão, conhecida por estocar seus andares com uma mistura de produtos, provou ser popular entre os consumidores japoneses e o crescente número de turistas que visitam o Japão.

A rede está expandindo seu estilo de vendas no exterior. Atualmente, ela tem duas lojas Don Don Donki em Singapura, com uma outra que será inaugurada em Bangkok no final deste ano.

A Donki está buscando abrir de uma a duas lojas no Sudeste Asiático anualmente, disse Takahashi, frisando que o número de lojas em Singapura poderia atingir 10 ou mais.

A rede também tem lojas no Havaí e na Califórnia.

Fonte: The Business Time
Imagem: Banco de imagens

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!