Praia de Ishihama Resort: areia fininha e clara

Eleita uma das 100 mais belas do Japão, a praia em forma de arco fica na província de Ibaraki.

Publicidade

Uma longa praia em forma de arco, tem areia branca contrastando com o azul da água e o verde dos pinheiros.

Constantemente voluntários da cidade de Hitachi (Ibaraki) fazem limpeza da praia. Tanto que é um dos lugares que as tartarugas marinhas depositam os ovos antes do verão.

Toda a área é designada como parque da província. Tem uma orla de 3,5Km de extensão e um penhasco de cerca de 30m de altura. A praia para lazer tem cerca de 200m de comprimento e cerca de 100m de areia.  

E quando chega a esperada temporada os banhistas e visitantes estendem suas esteiras e colocam os guarda-sóis coloridos na areia fininha e clara.

Além da infraestrutura para os visitantes para quem gosta de águas termais, tem uma próxima chamada Urara (鵜来来).

Há restaurantes e bares próximos à praia, por isso, fica fácil para passar o dia.

Se gosta de pescados frescos, pode passar na peixaria e adquiri-los. Fica ao lado da estação da estrada Hitachi Osakana Center.

Veja a classificação do Ministério do Meio Ambiente para a praia de Ishihama.

  • Beleza ★★★
  • Limpeza ★ ★ ★ ★
  • Relaxamento ★★★★★
  • Amigável ★ ★
  • Riqueza natural ★

Praia de Ishihama Resort

  • Local para descanso: 1
  • Local para troca de roupa: sim
  • Chuveiro: sim
  • Banheiros: com
  • Estacionamentos: 370 lugares, ¥1.000 para carros de passeio, ¥2.000 para veículos de médio a grande porte e ¥200 para motocicletas, por dia
  • Local: em Hitachi, toque aqui para abrir o mapa

Fontes e fotos: ME e divulgação

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

UNESCO adiciona mais locais no Japão à sua lista de patrimônios mundiais

Publicado em 3 de julho de 2018, em Sociedade

Locais no sudoeste do Japão ligados à história dos cristãos perseguidos do país foram adicionados pela UNESCO à lista de Patrimônios Mundiais.

A Catedral Oura na província de Nagasaki

A UNESCO decidiu no sábado (30) adicionar locais no sudoeste do Japão ligados à história dos cristãos perseguidos do país à lista de Patrimônios Mundiais.

Publicidade

Os 12 locais incluem a Catedral Oura em Nagasaki (província homônima), a igreja sobrevivente mais antiga no país, que já foi designada como um tesouro nacional, e as ruínas do Castelo Hara, um local da Rebelião Shimabara-Amakusa que levou ao estabelecimento de uma política nacional de isolamento e o início do sistema único de cristão escondidos para transmitir sua fé e crença por eles mesmos.

Os locais japoneses estavam entre os 28 candidatos à Patrimônio Mundial revisados pelo comitê das Nações Unidas por quatro dias até segunda-feira em Bahrein.

A decisão tomada pelo comitê traz o número total de locais de patrimônio mundial no Japão para 22 – dezoito culturais e quatro naturais.

Os locais recém-adicionados “sustentam um testemunho único para uma tradição cultural nutrida por cristãos escondidos na região de Nagasaki que transmitiram secretamente sua fé durante o período de proibição no período do século 17 ao 19”, disse o comitê em seu site.

Os outros lugares dos “Locais de Cristãos Escondidos na Região de Nagasaki” incluem a vila de Sakitsu em Amakusa (Kumamoto), onde os cristãos praticaram sua fé em segredo apesar da perseguição em quase todo o período Edo (1603-1868) sob o governo do shogunato Tokugawa.

Fonte: Mainichi
Imagem: Banco de imagens

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!