Japão instala novas bases em Kagoshima e Okinawa para defesa de ilhas

As Forças Terrestres de Autodefesa continuam renovando sua organização em resposta a ameaças militares da China, embora o Ministério da Defesa tenha negado oficialmente que esse seja o propósito.

As novas bases serão “muito importantes” em “preencher a falta” de pessoal nessas áreas (ilustrativa/banco de imagens)

A Força Terrestre de Autodefesa (GSDF, na sigla em inglês) instalou novas bases na Ilha Amami Oshima (Kagoshima) e na Ilha de Miyako (Okinawa) na terça-feira (26), como parte de suas mudanças para melhorar a defesa nas ilhas no sudoeste do país.

Publicidade

As bases se encarregarão da primeira resposta no caso de uma emergência e servirão como âncoras para operações relacionadas.

A GSDF continua renovando sua organização em resposta a ameaças militares da China, embora o Ministério da Defesa tenha negado oficialmente que esse seja o propósito.

“Nossa política de defesa não é desenvolvida com uma ameaça militar de um país em particular em mente”, disse o porta-voz do Ministério da Defesa Hajime Aoyagi durante uma coletiva de imprensa na terça-feira.

“As ilhas no sudoeste se expandem em uma ampla área de 1.200Km e há falta de pessoal das Forças de Autodefesa, com exceção da ilha principal de Okinawa e da Ilha de Yonaguni, a qual fica perto de Taiwan”, disse.

As novas bases serão “muito importantes” em “preencher a falta” de pessoal nessa área, assim como vai intensificar a eficiência de primeira resposta se uma emergência, como um desastre natural acontecer, frisou.

Um total de 560 membros da GSDF serão estacionados na base de Amami Oshima.

Na base de Miyako, 380 membros da unidade de segurança serão enviados até o fim deste mês. O pessoal da unidade de mísseis superfície-ar e superfície-navio será mandado para Miyako no ano fiscal de 2019, a partir de abril ou depois, trazendo o número total de membros da GSDF na base para cerca de 800.

Para a defesa das ilhas ao sudoeste, a GSDF estabeleceu uma unidade de segurança costeira na Ilha de Yonaguni, em Okinawa, no ano de 2016. No ano passado, uma divisão anfíbia foi instalada em Nagasaki para a proteção de ilhas remotas.

O trabalho para construção de uma base na Ilha de Ishigaki, também em Okinawa, foi iniciada recentemente.

Fonte: Japan Times

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Principais medidas do governo para o feriado de Golden Week

Publicado em 27 de março de 2019, em Política

As preocupações do governo em relação ao feriadão de 10 dias são sobre a redução salarial dos trabalhadores, hospitais, coleta de lixo e outras. Veja as medidas.

Preocupações do governo durante o feriado prolongado (Flickr)

O governo informou na terça-feira (26) mais uma medida adicional para assegurar o cotidiano da população durante o feriado de Golden Week – 27 de abril a 6 de maio – de 10 dias neste ano.

Publicidade

Incluiu a solicitação da lista das instituições hospitalares que farão plantão de emergência e atendimento ambulatorial, em todo país.

Também não deixou as pequenas e médias empresas de fora que necessitarem de financiamento nesse período.

Pediu que as prefeituras divulguem essas informações até antes de começar o feriado.

Outro assunto que entrou na lista de medidas foi o da coleta de lixo. O Ministério do Meio Ambiente já havia solicitado às prefeituras coletas apropriadas. As respostas de 99% das administrações locais é que farão pelo menos 1 coleta em 7 dias e em algumas cidades mais de uma. O governo pediu que as prefeituras informem seus munícipes sobre esse calendário.

Em relação às entregas dos correios, o órgão informou que em 27 de abril os carteiros trabalharão normalmente e, excepcionalmente, foi incluída a data de 2 de maio.

Em fevereiro: salários dos trabalhadores

As medidas começaram a ser tomadas em fevereiro.

Para que os maternais e jardins de infância da rede pública possam fazer atendimento de cuidar das crianças em horários determinados, o governo acrescentará um incentivo. Afinal, mães que trabalham nesse período poderão precisar do atendimento dessas instituições.

Solicitou medidas preventivas para que não ocorram transtornos em relação ao fornecimento de água, energia elétrica e gás para a população.

Também solicitou aos empregadores que tenham consideração com os trabalhadores contratados por hora ou por dia para que não sejam prejudicados redução no salário, com tantos dias de feriado.

Fontes: Yomiuri e Chunichi 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!