Cerca de 80% das pessoas no Japão apoiam ter uma mulher no Trono do Crisântemo

Com somente três herdeiros do sexo masculino na linha ao trono, garantir uma sucessão imperial uniforme é uma questão importante.

A família imperial (Wikimedia)

Mais de três quartos dos japoneses apoiam a permissão para mulheres ascenderem ao Trono do Crisântemo, mostra uma pesquisa de opinião da Nikkei, indicando uma lacuna entre a opinião pública e a resistência do atual governo até agora.

Publicidade

Em relação à aprovação do gabinete do primeiro-ministro Shinzo Abe, ela saltou 7 pontos percentuais em relação à última pesquisa, no fim de março, para 55% na enquete feita entre 10 e 12 de maio.

Também notável foi um aumento na classificação pública do secretário-chefe do gabinete Yoshihide Suga, que recebeu o quarto maior apoio dentre os possíveis candidatos para se tornar o próximo premier do Japão.

O apoio para o gabinete de Abe se recuperou para onde estava logo após a corrida de liderança do dominante Partido Liberal Democrático – LDP em setembro passado. A desaprovação caiu 7 pontos, para 35%.

Questionados sobre quem deveria ser o próximo primeiro-ministro, 23% dos entrevistados nomearam Abe e outros 23% escolheram Shinjiro Koizumi, filho do ex-premier Junichiro Koizumi.

Eles foram seguidos pelo ex-secretário-geral do LDP, Shigeru Ishiba, que ganhou apoio de 11%. Suga, o braço direito de Abe, subiu para o quarto lugar com 7%, alta dos 2% em outubro de 2018.

Com somente três herdeiros do sexo masculino na linha do trono, garantir uma sucessão imperial uniforme é uma questão iminente para a monarquia sobrevivente mais antiga do mundo. Os 76% dos entrevistados a favor de ter uma imperatriz reinante ultrapassou muito os 14% que são contra.

Em uma pesquisa realizada no mês de junho de 2017, 77% apoiaram a ideia e 12% foram contra.

A lei aprovada naquele mês permitindo o então imperador Akihito a abdicar incluiu um adendo observando que o país precisa considerar várias opções para garantir uma sucessão estável. O governo deve retomar a questão após todos os eventos relacionados à ascensão do imperador Naruhito terem sido concluídos no outono.

O imperador Naruhito e sua família têm amplo apoio público, com 78% dos entrevistados dizendo que se sentem ligados à família imperial e 15% dizendo que não.

Mais de 70% dos respondentes de todos os gêneros e faixas etárias sentiram uma conexão, e o sentimento foi principalmente forte dentre aqueles com idades de 40 a 59 anos, a 83%.

Por afiliação política, 84% dos apoiadores do LDP disseram que se sentem conectados à família, comparado a 75% dos que são opostos e 69% de independentes.

Em geral o público está feliz com o nome da nova era, Reiwa, com 72% dos apoiadores do gabinete dizendo que o apreciam. Mesmo dentre aqueles que não apoiam o gabinete, 55% disse que estão satisfeitos com o nome.

A oposição contra o aumento do imposto sobre consumo de 8 para 10 por cento planejado para outubro aparentemente cresceu, com 52% dos entrevistados contra e 41% a favor. Na pesquisa de março 47% dos entrevistados foram contra enquanto 45% eram a favor.

No plano de Abe para revisar a constituição do Japão, 48% dos entrevistados disseram que o estatuto pacifista está bom desse jeito, enquanto que 41% apoiaram uma atualização. Os resultados ficaram amplamente inalterados desde abril de 2018, quando o mesmo tema foi perguntado.

A pesquisa foi conduzida através de discagem aleatória por telefone e recebeu 938 respostas, para uma taxa de resposta de 44,7%.

Fonte: Nikkei

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Terremoto de magnitude 7,7 atinge Papua-Nova Guiné

Publicado em 14 de maio de 2019, em Notícias do Mundo

Ocorreu um forte tremor de magnitude 7,7 na Papua Nova Guiné na noite de terça-feira. Há uma semana teve um de 7,2.

O epicentro foi a 45Km de Kokopo (USGS)

Na terça-feira (14), às 21h58 (horário Tóquio), ocorreu outro forte terremoto na Papua- Nova Guiné, de magnitude 7,7. O epicentro foi a 45Km a noroeste de Kokopo, a 10Km de profundidade, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos-USGS.

Publicidade

O país teve um forte tremor de magnitude 7,2 a 30Km de Bulolo, em 7 deste mês.

Desde então o país vem sofrendo com vários tremores de menor intensidade.

O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico, ligado ao USGS, informou que pode ocorrer um com alcance de mil quilômetros, mas declarou mais tarde que “ainda é muito cedo para determinar se há uma possível ameaça de tsunami para o Havaí”.

Fontes: USGS, Express e News Digest

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!