Japão inicia caça anual de golfinhos

Na caça os golfinhos são direcionados para uma baía onde alguns são abatidos para retirada de sua carne. Outros são vendidos para aquários e parques marinhos.

A área em Taiji, na província de Wakayama, conhecida por ser o terrível local da caça anual de golfinhos (banco de imagens)

O Japão iniciou sua controversa caça anual de golfinhos na cidade costeira de Taiji (Wakayama).

Publicidade

Na caça os animais são direcionados para uma baía onde alguns são abatidos com facas em águas rasas para retirada de sua carne.

Outros golfinhos são vendidos para aquários e parques marinhos.

A caça de Taiji vem sendo realizada há décadas e ganhou atenção global quando foi tema do documentário The Cove em 2009, vencedor do Oscar.

Neste ano o Japão também retomou a sua caça de baleias, em desafio à crítica internacional.

A caça em Taiji deste ano iniciou no domingo (1º), mas de acordo com a mídia japonesa os barcos voltaram sem quaisquer golfinhos.

Na segunda-feira (2), a frota pesqueira saiu novamente para direcionar um cardume de golfinhos para a costa. Os pescadores de Taiji dizem que a subsistência da comunidade depende do negócio.

A temporada de caça de golfinhos dever durar por cerca de 6 meses.

O Japão já foi alvo de críticas neste ano por retomar a caça comercial de baleias após ter deixado a Comissão Baleeira Internacional – CBI.

Navios de caça comercial deixaram o porto em 1º de julho deste ano e as primeira baleias já haviam sido mortas e vendidas.

Sob uma moratória da CBI, a caça comercial de baleias havia sido efetivamente proibida desde 1986.

Contudo, o Japão nunca parou de caçar baleias – o país vinha conduzindo o que dizem ser missões de pesquisa que mataram centenas de animais a cada ano.

Fonte: BBC

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Um passeio por Arashiyama e seu belo bosque de bambus

Publicado em 2 de setembro de 2019, em Turismo em Quioto

Arashiyama é um distrito turístico muito agradável na periferia oeste de Quioto, principalmente pela sua bela e misteriosa floresta de bambus.

A área de Arashiyama, em Quioto, costumava ser muito movimentada antes da pandemia de coronavírus (PM)

Arashiyama é um distrito turístico muito agradável na periferia oeste da província de Quioto.

Publicidade

A área é um destino popular desde o Período Heian (794-1185), com nobres desfrutando do impressionante cenário natural.

Barcos de passeio que comportam várias pessoas disponíveis para os turistas (PM)

O local é particularmente popular durante a estação das flores de cerejeira e no outono.

A Togetsu-kyo (toque aqui para ver a localização), a ponte de Arashiyama é bem conhecida, sendo um monumento central. Várias pequenas lojas, restaurantes e outras atrações são encontradas por perto, incluindo um templo, o Tenryu-ji.

A Togetsu-kyo ao fundo e várias barquinhos de passeio, para duas pessoas, os quais você pode alugar para ir até o outro lado (PM)

A famosa floresta de bambus de Arashiyama é uma das principais atrações turísticas de Quioto e por uma boa razão: estar entre esses bambus é como se aventurar em outro mundo.

O bosque de bambus traz um ar de mistério (PM)

A trilha que passa pela famosa floresta de bambus pode ser feita a pé ou de bicicleta. O local é particularmente atrativo quando há um leve vento que balança os bambus para frente e para trás. Toque aqui para ver a localização.

A pé ou de bicicleta, passar em meio aos bambus é muito agradável (PM)

Há séculos, o bambu vem sendo utilizado para fabricar vários produtos como cestas, xícaras e caixas em workshops locais.

A área norte da central de Arashiyama se torna menos turística e mais rural, repleta de pequenos templos. A área norte da Togetsu-kyo é conhecida como Sagano, enquanto que o nome “Arashiyama” se refere tecnicamente às montanhas ao sul da margem do rio, mas é comumente usado para nomear o distrito todo.

Parque dos Macacos Iwatayama

Localizado nas montanhas de Arashiyama, a entrada para o parque está ao sul da Tokugetsu-kyo.

Prepare as pernas se você quiser ver os macaquinhos (PM)

Após subir uma trilha que dura aproximadamente 20 minutos, os visitantes podem ver uma área aberta com dezenas de macacos circulando livremente.

Macacos circulam livremente pelo pequeno parque no alto da montanha (PM)

A paisagem vista do local é impressionante. Toque aqui e abra o site do parque para mais informações e aqui para ver a localização.

Vista que se tem da cidade de Quioto (PM)

Que tal programar um passeio? Veja a galeria de imagens:

Clique na imagem para expandir
Imagens: PM

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!