Praia de Chiba é renovada com areia branquíssima

Uma praia situada na Baía de Tóquio foi repaginada com areia branquíssima e será aberta para o público com um festival em outubro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Areia fininha e branquíssima na praia em Chiba (Chiba Nippo)

Uma praia com extensão de 1,2Km foi repaginada e será reaberta para o público em 6 de outubro, com um festival.

Publicidade

No sábado (28) foi mostrada para os integrantes da associação que planejou a repaginação da praia Inage no Hama (いなげの浜), situada em Mihama-ku, cidade de Chiba (província homônima).

A White Beach se transformará no novo resort da Baía de Tóquio, onde já tem instalações para churrasco para o público. A intenção das autoridades locais é criar uma fonte de águas termais (onsen em japonês) e também um glamping, ou seja, um camping glamouroso, no estilo resort.

Essa praia artificial foi parcialmente corroída pela corrente oceânica. Por isso, foi uniformizada e teve cerca de 25.000 metros cúbicos de areia de quartzo australiano despejados, em uma largura de 30 metros, com cerca de 70cm de camada. Assim, o público terá areia fininha e branca como dificilmente se vê.

Para evitar nova corrosão foram colocados tetrápodes na costa, o que também impede de levar a nova areia. 

Caso queira visitá-la a partir de 6 de outubro toque aqui para abrir o mapa.

Fontes: Chiba Nippo e Chiba TV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Yama-dera: mil degraus para chegar a um dos templos mais belos do Japão

Publicado em 30 de setembro de 2019, em Turismo em Yamagata

A subida para chegar ao topo desse templo é árdua, mas a vista lá do alto é uma das experiências mais recompensadoras que um visitante pode ter em uma viagem pelo Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O cenário mais fotografado do templo, o Kaisan-do

O Yama-dera é um templo cênico que fica nas montanhas na província de Yamagata.

Publicidade

Os recintos do templo se estendem até o alto de uma montanha, de onde há vistas espetaculares lá de baixo do vale. O templo foi fundado há milhares de anos em 860 como um templo da escola Tendai sob o nome oficial Risshaku-ji. Seu nome popular, Yama-dera, significa literalmente “templo na montanha” em japonês.

A base da montanha fica a uma caminhada de 5 minutos da estação de trem Yama-dera e há dezenas de lojas e restaurantes que atendem os vários visitantes do templo. Há também um pequeno centro de visitantes do outro lado da ponte ao longo do caminho da estação até o templo.

Durante o início do período Heian (794-1185), o imperador Seiwa enviou um dos mais importantes sacerdotes Budistas do país à região mais fronteiriça do país na região Tohoku.

Esse sacerdote, Jikaku Daishi, fundou Yama-dera no que é hoje a província de Yamagata, que na época fazia parte da província de Dewa bem no extremo norte das fronteiras nacionais.

Yama-dera também é conhecido por uma visita do famoso poeta Basho, que compôs um de seus mais duradouros haiku no local. Durante a jornada de Basho no norte do Japão no fim dos anos 1600 ele parou em Yama-dera e compôs um curto poema sobre a tranquilidade da área. Hoje em dia, uma estátua de Basho e uma inscrição na rocha de seu famoso poema podem ser encontrados na área inferior dos recintos do templo.

O Konponchu-do

Em volta da base da montanha há vários outros templos, incluindo o Konpouchu-do, o principal saguão de Yama-dera. A construção de madeira de faia é a mais atinga do templo e guarda estátuas Budistas e uma chama que dizem estar queimando desde a fundação de Yama-dera.

A chama foi trazida de um templo, o Enryaku-ji em Quioto, o templo líder da escola Tendai, a qual pertence Yama-dera. Além disso, em volta da base da montanha fica uma pequena casa do tesouro.

Para chegar à área superior dos recintos do templo, os visitantes precisam caminhar em uma trilha que leva até o lado montanhoso. A subida leva cerca de 30 minutos e começa no San-mon, um portal localizado a alguns minutos do saguão principal, onde uma pequena taxa de entrada é cobrada.

A entrada para os mais de 1.000 degraus até a área mais alta do templo

A trilha de pedra até o alto da montanha tem cerca de 1.000 degraus, o que pode tornar a aproximação um pouco difícil para alguns visitantes.

Prepare-se para a subida!

Há lanternas de pedra e pequenas estátuas na floresta ao redor ao longo do caminho. Perto do topo a rota passa pela grande rocha Mida, que tem o formato de Amida Buda. Logo depois, os visitantes chegam ao Nio-mon, portal erguido no século 19 e uma das construções mais novas do templo, de onde a área superior do templo começa.

O Nio-mon

Após passar pelo Nio-mon, há diversos templos em vários pontos ao longo do lado montanhoso. A área é aberta e oferece belas vistas do vale, em contraste com a falta de paisagens ao longo da subida através da floresta.

As construções nas beiradas das montanhas são realmente incríveis!

Uma das construções mais famosas de Yama-dera, a Kaisan-do e a menor, a adjacente Kokyo-do, ficam no alto e no lado esquerdo do portal. O Kaisan-do é dedicado ao fundador do templo, Jikaku Daishi, enquanto o Nokyo-do foi usado para copiar o sutra.

O Kaisan-do

Depois do Kaisan-do há mais escadas que levam ao Godai-do, uma plataforma de observação com as melhores das vistas do vale abaixo. A construção remonta ao início dos anos 1700 e se estende pelo penhasco.

O Godai-do

Caminhar além do Godai-do não é possível, mas há uma trilha que leva a partir do Nio-mon um pouco mais além na montanha na área Okunoin. Dentro do Daibutsuen há uma estátua grande de Amida Buda que pode ser observada de fora.

A vista a partir do Godai-do

No sul de Yama-dera e da estação de trem fica um complexo de entretenimento chamado Fuga no Kuni o qual oferece aos visitantes uma variedade de atividades interessantes.

Há um museu dedicado a Basho que foca em sua viagem ao norte do Japão e um museu de arte ocidental que exibe pinturas, esculturas e cerâmica. O Fuga no Kuni tem restaurantes e lojas onde os visitantes podem desfrutar de uma refeição ou comprar lembrancinhas.

A equipe do Portal Mie esteve nesse belo templo cênico no verão de 2016, mas em todas as outras estações as vistas também são magníficas.

Apesar do acesso a pé até a área superior do templo ser um pouco cansativo, a beleza do local é ideal para os amantes da fotografia!

Veja mais imagens:

Clique na imagem para expandir

Yama Temple (山寺 Yama-dera)

  • Funciona das 8h às 17h
  • Entrada: 300 ienes (área superior)
  • No local há estacionamentos pagos
  • Site para informações: https://www.rissyakuji.jp/
  • Toque aqui para abrir o mapa e ver a localização de Yama-dera

Yama-dera Treasure House (Casa do Tesouro Yama-dera)

  • Funciona das 8h30 às 17h
  • Entrada: 200 ienes

Yama-dera Basho Memorial Basho (Museu Meorial Yama-dera Basho)

  • Funciona das 9h às 16h30
  • Fecha de 29 de dezembro a 3 de janeiro e alguns dias irregulares
  • Entrada: 400 ienes
Imagens: PM

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência