Mais 6 infecções por coronavírus em navio de cruzeiro em Yokohama

O cruzeiro está em quarentena desde o dia 3 de fevereiro após a descoberta de que um passageiro que desembarcou em Hong Kong estava infectado com o vírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O navio está em quarentena desde 3 de fevereiro perto de porto em Yokohama (NHK)

Mais 6 pessoas a bordo de um navio de cruzeiro colocado em quarentena na costa da cidade de Yokohama (Kanagawa) testaram positivo para o novo coronavírus, disse o Ministério da Saúde no domingo (9), levando para 70 o número total daqueles infectados na embarcação.

Publicidade

Os 5 membros da tripulação e passageiros de nacionalidades filipina, americana e ucraniana na faixa dos 20 aos 70 , não apresentam sintomas graves, disse o ministério.

O ministério disse que 336 indivíduos potencialmente infectados dos cerca de 3,7 mil passageiros e membros da tripulação foram submetidas a testes, e que os resultados mais recentes de 57 pessoas levaram aos 6 novos casos.

A embarcação, transportando passageiros de mais de 50 países e regiões, está em quarentena desde o dia 3 de fevereiro após a descoberta de que um passageiro que desembarcou em Hong Kong estava infectado com o vírus que causa pneumonia.

O número total de pessoas infectadas no Japão agora é de 96, incluindo 10 pessoas que foram evacuadas da cidade de Wuhan (China), epicentro do coronavírus, a bordo de voos fretados do governo. Outras 16 incluem turistas e um motorista de ônibus.

Um cidadão japonês, suspeito de ter sido infectado pelo coronavírus, morreu no sábado (8) em Wuhan. O homem na faixa dos 60 anos seria a primeira morte de um japonês em decorrência do vírus se confirmada.

Na China continental, o número de óbitos chega a 908, disse a Comissão Nacional de Saúde do país no domingo, mais do que o de mortes globais em decorrência da SARS que foi de 774. Os casos de infecções confirmadas aumentaram para mais de 40 mil a nível nacional.

Fonte: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Menos presos por furtos e roubos de carros em 2019, incluindo brasileiros

Publicado em 10 de fevereiro de 2020, em Sociedade

Além da queda de furtos e roubos de carros, o número de ladrões também foi inferior ao ano anterior.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Patrulha do Departamento de Polícia Metropolitana (Wikimedia)

Segundo os dados divulgados pela Agência Nacional de Polícia, na semana anterior (6), sobre furtos e roubos de veículos em 2019, houve uma queda de 17% em relação ao ano anterior. 

Publicidade

As ocorrências registradas na polícia em todo país foram 7.143, com queda de quase a metade se comparada a 2015, quando foram 13.821.

O número de prisões dos criminosos envolvidos nos furtos e roubos também foi menor, total de 780 pessoas, 134 a menos que em 2018. 

Entre eles foram presos 98 menores de idade, 71 a menos que no ano anterior. Também caiu o número de estrangeiros, somando 29. Foram 5 chineses, 4 russos, 4 brasileiros, 3 srilanqueses, 2 ingleses, 2 norte-americanos e mais 5 de outros países.

Nesses dados também foram mostrados os casos de furtos e roubos de motocicletas, somando 11.256 unidades. Foram presos 840 ladrões, também 363 a menos do que ano passado. A grande maioria foi de menores, total de 725. 

Fonte: Response 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância