Fabricantes afirmam ‘há o suficiente’ em relação a papel higiênico e lenços de papel

Com as notícias fake sobre esses artigos de papel de uso do cotidiano, farmácias e supermercados têm prateleiras vazias, mas tem o suficiente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Papel higiênico desaparece das prateleiras (PM)

A falta de papel higiênico, lenços de papel e até de produtos alimentícios das prateleiras das farmácias e supermercados do Japão começou com fake news nas redes sociais como Twitter e Line.

Publicidade

Repentinamente, desde a semana passada, as pessoas começaram a fazer fila antes do início do horário de expediente desses estabelecimentos comerciais. Em 30 minutos acabavam com o estoque das lojas. 

Pacotes de papel higiênico, toalhas e lenços de papel, além de produtos alimentícios como lámen instantâneo eram recolocados mas desapareciam em seguida. 

“A falta de estoque devido aos efeitos da China é absolutamente falsa”, afirmou um representante da Associação da Indústria Japonesa de Papel Doméstico, com sede em Tóquio, no domingo (1.º). Ele rebateu aos posts que circularam nas redes sociais como Twitter e Line na semana anterior. 

“Fabricantes e atacadistas têm muito estoque e as entregas só não têm alcançado a velocidade de desaparecimento temporário das prateleiras desses produtos, devido aos trotes. Se os consumidores esperarem os produtos chegarão. É preciso ter calma”, recomendou o representante da associação. 

A matéria-prima usada para a produção desses artigos de papel é japonesa. Segundo a associação 98% é local, por isso, não há dependência de fornecimento de nenhum outro país. Portanto, se tiver calma a reposição está sendo feita pois a logística está normal. 

Foi uma crise temporária desencadeada pela força negativa das notícias falsas nas redes sociais.

Fontes: NNN e Gifu Shimbun

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

OMS diz que pessoas saudáveis não precisam usar máscara para prevenção do Covid-19

Publicado em 2 de março de 2020, em Sociedade

A divulgação da OMS sobre os procedimentos de prevenção ao novo coronavírus foi feita no sábado. Leia os detalhes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Máscara pronta para ser usada (PM)

A OMS-Organização Mundial da Saúde divulgou parecer público no sábado (29) sobre o uso de máscaras para controlar novas infecções pelo novo coronavírus, o Covid-19. 

Publicidade

Como não há evidências de que a máscara seja eficaz na prevenção de infecções, a instituição recomenda que as mãos, sim, sejam desinfetadas.

A OMS afirma que o uso desnecessário de máscaras pode aumentar os custos, causar falta de distribuição e um efeito adverso devido à falsa sensação de segurança

O uso de uma máscara pode ajudar a limitar a propagação de doenças respiratórias, incluindo o novo coronavírus, mas desde que as mãos sejam higienizadas. Tocar o rosto ou a máscara com dedos não desinfetados pode prejudicar a eficácia da máscara.

A OMS recomenda o uso de máscaras em casos específicos, como para quem tem tosse, febre e dificuldade respiratória. E, depois, procurar um médico.

“Se não tem esses sintomas não deve usar máscara pois não há evidência de que protege as pessoas que não estão doentes”, adverte. 

No entanto, se está cuidando de uma pessoa enferma, com o novo coronavírus, deve usar máscara quando está com ela no mesmo ambiente. E relembra que quem a usa deve descartá-la corretamente. E também deve lavar bem as mãos com água e sabonete ou usar álcool.

Portanto, no caso de querer usar máscara essa deve ser combinada com a constante desinfecção das mãos. Não se deve tocar nela enquanto usa. A máscara deve ser substituída assim que ficar úmida. Ao retirá-la para o descarte deve ser colocada em uma lixeira com tampa. Para removê-la do rosto deve usar as duas mãos e retirá-la pelos elásticos, sem tocar na sua superfície. No caso de ter tocado acidentalmente lave as mãos imediatamente.

Em resumo, as pessoas saudáveis não precisam usar máscara como agente protetor. É muito mais eficiente cuidar da higienização dos dedos, por isso, deve-se lavar as mãos com água e sabonete ou usar álcool

Assista ao vídeo para ver como se usa (em inglês, sem legenda).

https://youtu.be/lrvFrH_npQI

Fontes: OMS, IT Media, Nikkei e Tokyo Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância