Vodka com alto teor alcoólico está em falta no Japão

Informações sobre desinfetantes que usam vodka estão crescendo na internet, indicando que muitas pessoas estão tentando criar alternativas àqueles à base de álcool disponível nas lojas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A vodka polonesa Spirytus Rektyfikowany que tem alto toer alcoólico (Wikimedia/Zil)

Uma vodka polonesa com alto teor alcoólico está em falta no Japão em uma época quando produtos desinfetantes à base de álcool estão esgotados em meio à propagação do novo coronavírus.

Publicidade

Enquanto a vodka Spirytus Rektyfikowany está em alta demanda, aparentemente como alternativa ao álcool para assepsia, um especialista enfatiza a importância de lavagem frequente das mãos para remover o vírus.

De acordo com a Million Trading sediada em Tóquio, que importa bebidas alcoólicas, acredita-se que a vodka polonesa, com teor de álcool de 95%, seja a bebida alcoólica mais forte no mundo. Ela é usada principalmente em coquetel de frutas e geralmente servida em bares.

Os envios da Spirytus Rektyfikowany da empresa na última ou duas semanas, chegou a um nível duas vezes maior que o volume visto em anos normais.

Informações sobre desinfetantes que usam vodka estão crescendo na internet, indicando que muitas pessoas estão tentando criar alternativas àqueles à base de álcool que agora, com o surto do coronavírus, estão em falta nas lojas.

Um oficial da Million Trading lamentou a situação, dizendo “acabaríamos causando problemas aos nosso clientes que apreciam a vodka há muito tempo se tivermos uma escassez do produto”.

Na Polônia, a vodka em questão é substituta ao álcool para desinfetar louças, de acordo com uma filial de Tóquio de uma organização que promove a amizade Japão- Polônia.

Fonte: Jiji

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Infectados por coronavírus na China passam dos 80 mil

Publicado em 2 de março de 2020, em Ásia

Mais 42 pessoas morreram vítimas do coronavírus na província de Hubei no domingo (1º), levando o número de mortes na China para 2.912.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mais de 80 mil pessoas infectadas e cerca de 3 mil mortos (NHK)

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus na China continental excedeu 80 mil.

Publicidade

Autoridades da saúde chinesas dizem que mais 42 pessoas morreram vítimas do coronavírus na província de Hubei no domingo (1º), levando o número de óbitos na China para 2.912.

O número de novas infecções foi de 202, levando o total na China para 80.026. Seis dos novos pacientes eram de fora da província de Hubei. O número de novos pacientes fora da província continuou em dígitos únicos por 4 dias consecutivos.

O chefe da equipe de especialistas das autoridades chinesas, Zhong Nanshan, e outros pesquisadores publicaram uma análise do coronavírus em um jornal de medicina dos EUA.

Eles dizem que mais da metade das 1.099 pessoas infectadas na China até 29 de janeiro não tiveram febre quando foram hospitalizadas.

Os pesquisadores também dizem que 17.9 por cento de 877 pacientes sem sintomas graves não apresentaram quaisquer anormalidades em exames que usaram raio-X e outros métodos.

Eles pedem às pessoas que continuem em alerta porque esses fatores tornam o diagnóstico difícil nos estágios iniciais da doença.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância