Japonês é preso no Brasil por tentar sair do país com besouros

Ele tinha em sua bagagem 99 besouros vivos, no aeroporto, com passagem para Tailândia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Uma parte dos frascos plásticos contendo besouros vivos (JNN)

Em 29 do mês passado um japonês de 27 anos foi preso no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, por que tinha na sua bagagem 99 besouros rinocerontes (kabutomushi em japonês). 

Publicidade

Esses insetos foram encontrados quando passou sua mala pelo raio-X. Estavam colocados vivos dentro de embalagens plásticas individuais, cobertas de gelo. Ele não tinha permissão para sair do país com esses insetos.

“Coleciono esses insetos por hobby. Paguei cerca de 500 dólares americanos e se fosse vender fora do Brasil obteria 3 vezes mais”, teria relatado o japonês que iria embarcar para Tailândia.

O homem foi preso e libertado depois, mas seu passaporte foi confiscado para não deixar o país pois foi intimado a comparecer no tribunal em São Paulo.

Fontes: NHK, JNN e MBS

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Vodka com alto teor alcoólico está em falta no Japão

Publicado em 3 de março de 2020, em Sociedade

Informações sobre desinfetantes que usam vodka estão crescendo na internet, indicando que muitas pessoas estão tentando criar alternativas àqueles à base de álcool disponível nas lojas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A vodka polonesa Spirytus Rektyfikowany que tem alto toer alcoólico (Wikimedia/Zil)

Uma vodka polonesa com alto teor alcoólico está em falta no Japão em uma época quando produtos desinfetantes à base de álcool estão esgotados em meio à propagação do novo coronavírus.

Publicidade

Enquanto a vodka Spirytus Rektyfikowany está em alta demanda, aparentemente como alternativa ao álcool para assepsia, um especialista enfatiza a importância de lavagem frequente das mãos para remover o vírus.

De acordo com a Million Trading sediada em Tóquio, que importa bebidas alcoólicas, acredita-se que a vodka polonesa, com teor de álcool de 95%, seja a bebida alcoólica mais forte no mundo. Ela é usada principalmente em coquetel de frutas e geralmente servida em bares.

Os envios da Spirytus Rektyfikowany da empresa na última ou duas semanas, chegou a um nível duas vezes maior que o volume visto em anos normais.

Informações sobre desinfetantes que usam vodka estão crescendo na internet, indicando que muitas pessoas estão tentando criar alternativas àqueles à base de álcool que agora, com o surto do coronavírus, estão em falta nas lojas.

Um oficial da Million Trading lamentou a situação, dizendo “acabaríamos causando problemas aos nosso clientes que apreciam a vodka há muito tempo se tivermos uma escassez do produto”.

Na Polônia, a vodka em questão é substituta ao álcool para desinfetar louças, de acordo com uma filial de Tóquio de uma organização que promove a amizade Japão- Polônia.

Fonte: Jiji

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância