Acidente fatal com paraglider em Shizuoka

Um parapente foi encontrado, caído em uma área montanhosa. Mais tarde o praticante foi localizado, já sem vida.

Área onde a polícia fez a busca (SUT TV)

Na quinta-feira (11) a polícia informou que, no dia anterior, encontrou um homem, na margem do rio, cuja morte foi confirmada em seguida.

Publicidade

Segundo as informações, por volta das 13h50 de quarta-feira (10), a polícia foi informada pelo local de voos de paraglider, situado em Kawane-cho, cidade de Shimada (Shizuoka), que “um parapente foi encontrado nas montanhas de Kawanehon-cho, mas o praticante está desaparecido”. 

A polícia e os bombeiros iniciaram a busca nas imediações do local onde foi constatada a queda do parapente. Encontraram um homem com arnês, uma espécie de cinto de segurança usado para esportes radicais, mais outros equipamentos, no leito do rio (Oikawa), a cerca de um quilômetro do local da queda. 

O homem era um veterano com vários anos de experiência em voos. Nesse dia tinha ido ao local com alguns amigos.

Naquele dia, a velocidade do vento não era forte, cerca de 1,8 metro por segundo em terra. A polícia está investigando a causa do acidente em detalhes e também se apressa na identificação.

Fontes: NHK e SUT TV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Tráfico humano no Japão: 55 casos em 2020

Publicado em 12 de março de 2021, em Sociedade

O número de casos identificados pela polícia diminuiu, assim como de vítimas, de ambos os sexos, incluindo estrangeiras.

Imagem ilustrativa de veículo do Departamento de Polícia Metropolitana (Wikimedia)

A NPA-Agência Nacional de Polícia informou na quinta-feira (11) sobre o relatório dos casos de tráfico humano no Japão, em 2020.

Publicidade

Esse crime de comércio de seres humanos para fins de escravidão ou exploração sexual ou trabalho forçado continua existindo. Foram 55 casos, 2 a menos, envolvendo 58 pessoas. Incluem-se 8 relacionadas a sexo e 5 de gângsters.

O número de vítimas foi de 37, sendo 5 do sexo masculino e 32 do feminino. Por nacionalidade, 30 são japoneses e 7 filipinos. A faixa etária foi inferior a 30 anos, sendo que havia ginasiais entre as vítimas.

Dentre os casos a polícia atuou em um onde uma mulher que frequentava um host club – clube onde homens entretém mulheres – e, por causa de sua dívida das contas não pagas, foi forçada à prostituição. 

Ou, outros de trabalho forçado em estabelecimento comercial, sob violência. 

Fonte: Tokyo Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!