China sacrifica 3 gatos domésticos que testaram positivo para Covid-19

As autoridades em Harbin disseram que a ação foi tomada porque não havia tratamento disponível para os animais com a doença.

Ilustrativa (banco de imagens)

Uma cidade no norte da China sacrificou 3 gatos domésticos após eles terem testado positivo para Covid-19, de acordo com reportagem da mídia local na quarta-feira (29), enquanto o país toma medidas cada vez mais rigorosas para conter novos surtos.

Publicidade

As autoridades em Harbin, onde 75 casos foram recentemente descobertos, disseram que a ação foi tomada porque não havia tratamento disponível para os animais com a doença e eles teriam colocado em perigo seu próprio dono e outros residentes do complexo de apartamentos onde eles viviam, disse a Beijing News.

O dono testou positivo para o vírus em 21 de setembro e foi para isolamento após deixar comida e água para os 3 gatos.

Um trabalhador da comunidade passou na residência e fez testes de coronavírus nos gatos, os quais dois deram positivo. Apesar de um pedido online feito pelo dono, identificado apenas como Liu, os gatos foram colocados para dormir na noite de terça-feira (28).

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA – CDC, o risco de animais espalharem SARS-CoV-2, o vírus que causa a Covid-19, para as pessoas é “considerado baixo”, embora seja sabido que ele é transmissível de pessoas para animais em algumas situações, principalmente quando há contato próximo.

A morte dos gatos é um exemplo das medidas por vezes extremas que a China tem tomado para controlar o vírus, mesmo quando taxas de infecção continuam bem abaixo daquelas em outros países.

Na quarta-feira (29), a China continental registrou somente 11 novos casos transmitidos localmente, 8 dois quais em Harbin e 3 em Xiamen.

Atualmente a China tem 949 pacientes sendo tratados para Covid-19. Ela reportou 4.636 mortes em decorrência da doença de um total de 96.106 casos relatados.

Fonte: Mainichi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Quarta-feira: menos de 2 mil testados positivo

Publicado em 29 de setembro de 2021, em Sociedade

Foram 1.268 casos a menos do que na quarta-feira anterior, mostrando que a quinta onda está passando.

SARS-CoV-2 (CDC)

Até as 18h30 de quarta-feira (29) o país teve 1,9 mil testados positivo para o novo coronavírus, em 46 províncias, pois foi zero em Akita. 

Publicidade

Na região Kanto foram 15 em Gunma, 42 em Tochigi, 44 em Ibaraki, 78 em Chiba, 130 em Kanagawa, 153 em Saitama e 267 em Tóquio, com queda de 270 em relação à quarta-feira anterior, e teve 17 mortes pela Covid-19.

Osaka foi a província com o maior número de pessoas com resultado positivo: 398. Hyogo teve 119, foram 52 em Quioto, 25 em Shiga, 33 em Hiroshima, 12 em Fukui, 43 em Fukuoka e 69 em Okinawa.

Na região Tokai foram 12 em Mie, 25 em Shizuoka, 27 em Gifu e 155 em Aichi, sendo 66 em Nagoia, 7 em Toyota, 6 em Ichinomiya e em Okazaki e 11 em Toyohashi, entre outras cidades.

Um cluster de infecção na cidade de Gifu (província homônima) aumentou, somando 109 pessoas. Começou no restaurante indiano (インドカレーツルシ北島店), com funcionários e seus familiares, se estendendo aos clientes.

O total de óbitos pela Covid-19 do dia foi de 47 e continuam em tratamento 34.477 pacientes.

Por outro lado, 1.646.832 pessoas se recuperaram.

Gráfico dos novos casos diários (News Digest)

Fontes: News Digest, NHK e Nagoya TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros