Hortaliças mais baratas: alface pela metade do preço

A salada que vai à mesa todos os dias pode ser preparada com um preço menor. Veja o motivo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Salada que contêm alface e rabanete, ambos mais baratos (PxFuel)

Se por um lado diversos produtos alimentícios como óleos, margarina ou farinha de trigo tiveram aumento de preço este mês, por outro, para comprar as hortaliças para as indispensáveis saladas diárias desembolsa-se menos.

De acordo com o MAFF-Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca do Japão, que levanta os preços médios de varejo, a alface está 43% mais barata que o normal da época, a cenoura 23%, a acelga 21%, o repolho 12%, rabanete 11% e o tomate 9%.   

Só as batatas é que estão mais caras do que o normal, com 20% de aumento de preço.

Desde o final de setembro o clima tem estado bom, favorável ao crescimento das verduras, por isso, houve aumento da expedição, o que explica a queda dos preços. 

Embora os preços baixos continuem até a próxima semana, espera-se que voltem gradativamente ao nível normal depois.

Fonte: FNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Fornecimento de energia neste inverno será o mais apertado em uma década

Publicado em 27 de outubro de 2021, em Sociedade

Ministério diz que pedirá a residências e empresas que minimizem o uso de energia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Luz externa em casa antiga no Japão (ilustrativa/banco de imagens)

O Ministério da Indústria do Japão prevê que o fornecimento de eletricidade do país será o mais apertado em uma década neste inverno.

O ministério revelou a previsão durante uma reunião de um painel de especialistas realizada na terça-feira (26).

Funcionários do ministério dizem que se o inverno for severo, a capacidade de reserva de fornecimento de energia durante períodos de pico de demanda a partir de fevereiro do próximo ano será de 3,1% na região servida pela Tokyo Electric Power Company. Eles também dizem que a porcentagem será de 3,9% em 6 outras regiões, incluindo Chubu, Kansai e Kyushu.

Uma margem de 3% em 7 regiões representaria o fornecimento mais apertado de energia em uma década.

A capacidade de reserva na região Tohoku deve ser de 4,4%, enquanto Hokkaido administrará 7% e Okinawa 33,8%.

O ministério diz que pedirá a residências e empresas que minimizem o uso de energia, citando que a possibilidade de problemas em plantas de energia e escassez de gás natural liquefeito e outros combustíveis poderiam apertar ainda mais o fornecimento.

Eles também estão pedindo a companhias de energia que se certifiquem que instalações estejam bem mantidas e garantam combustível suficiente.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades