Pandemia afeta produção de carne de frango na Tailândia; empresas japonesas sentem o impacto

A Tailândia é uma das maiores produtoras de carne de frango do mundo e empresas alimentícias japonesas estão sentindo o impacto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Tailândia é uma das maiores produtoras de carne de frango do mundo (NHK)

A pandemia de coronavírus tem afetado a produção de carne de frango na Tailândia, uma das maiores produtoras do mundo, e empresas alimentícias japonesas estão sentindo o impacto.

A Nichirei Foods suspendeu temporariamente as operações em uma de suas plantas de processamento tailandesa devido à falta de pessoal. Muitos trabalhadores de fora da Tailândia não puderam entrar no país devido à propagação do coronavírus no Sudeste Asiático.

Atualmente a fábrica está funcionando, mas operando em capacidade reduzida. A companhia diz que pode suspender as vendas de alguns produtos congelados fabricados na Tailândia.

A Nippon Suisan Kaisha suspendeu o lançamento de um produto congelado originalmente programado para o mês passado. A empresa diz que as operações de algumas linhas de produção na Tailândia estavam limitadas por falta de funcionários causada pela pandemia.

A Ajinomoto Frozen Foods diz que supermercados e outras lojas no Japão estão com falta de seus produtos, visto que fornecimentos de uma de suas fábricas tailandesas estão menores do que o inicialmente estimado.

Falta de frango afeta supermercados

A interrupção na produção de carne de frango na Tailândia está causando impacto nos supermercados em Tóquio.

O dono de um estabelecimento diz que desde setembro ficou difícil obter coxas de frango e produtos processados.

Alguns produtos estão disponíveis, mas em quantidades limitadas. Nesta época do ano, o supermercado faz pedidos de frangos assados produzidos na Tailândia para a temporada de Natal.

Um pedido de 500 unidades foi feito, mas a atacadista não pôde atendê-lo dizendo que não tinha condições de garantir a entrega devido a atrasos de produção na Tailândia.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Tailândia reabrirá para estrangeiros de 46 países sem quarentena

Publicado em 22 de outubro de 2021, em Ásia

Lista maior do que a esperada necessária para estimular o turismo, diz primeiro-ministro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Placa de chegadas internacionais do Aeroporto Don Mueang em Bangkok, na Tailândia (banco de imagens)

A Tailândia reabrirá para entradas sem quarentena de viajantes de 46 países e territórios incluindo EUA, China e Reino Unido, a partir de 1º de novembro em uma tentativa de aumentar o influxo turístico em uma economia devastada por inundações e Covid-19.

O anúncio de quinta-feira (21) foi bem acima dos 10 países que o governo havia proposto antes para seu plano de reabertura a visitantes internacionais.

Outros locais na lista incluem Austrália, Alemanha, Malásia, Arábia Saudita, Singapura, Japão, Coreia do Sul e Hong Kong.

“Se quisermos atrair mais turistas estrangeiros para estimular nosso turismo e negócios relacionados, precisamos ser proativos”, disse o primeiro-ministro Prayuth Chan-ocha no Facebook na quinta-feira.

Os visitantes ainda precisarão apresentar prova de resultado de teste negativo de RT-PCR para Covid-19 feita antes de deixarem seus países. Eles também precisarão fazer outro teste na chegada.

Turistas de países que não estão na lista poderão visitar a Tailândia, mas devem passar por quarentena. Atualmente, uma quarentena de 7 dias é obrigatória para aqueles que chegam via aérea e um isolamento de 10 dias se vierem via marítima.

A Tailândia deve adicionar mais países de baixo risco à lista em 1º de dezembro e 1º de janeiro.

Restabelecer o turismo é uma necessidade para a economia tailandesa crescer, visto que o setor e negócios relacionados contavam por 20% do PIB do país antes da pandemia. A economia encolheu 6,1% em 2020 após a entrada de visitantes do exterior ser proibida.

Somando-se ao peso da queda do turismo sobre a economia, o país foi atingido por inundações devastadoras que interromperam a logística.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades